Estados Unidos

Vídeo: dicas de intercâmbio e passeios imperdíveis em São Francisco

Você sonhou com um intercâmbio desde a adolescência, mas agora é casad@, tem contas pra pagar, só tem 30 dias de férias, nunca viajou só, não se entende com mapas, não tem muita grana, o Real tá desvalorizado… Não rola de fazer, a essa altura, o sonhado intercâmbio, certo? Errado!

Essa história acima é a de muitos leitores do blog e também a de Milenna Gomes, do Não Sei Cozinhar. Só que depois de anos colocando obstáculos e adiando e outros bons meses economizando dinheiro e priorizando, ela embarcou pra São Francisco, nos Estados Unidos, pra estudar inglês por três semanas. E ela não pensa duas vezes antes de falar: valeu a pena, e muito!

Tanto que ela logo topou ser entrevistada pra o primeiro vídeo (oficial) do Janelas Abertas. ;) Na conversa, Milenna dá uma dica valiosa pra gastar menos no intercâmbio, conta como é ficar sozinha em outro país sendo uma pessoa desorientada, fala do que São Francisco tem de mais legal e, é claro, sobre a importância de realizar seus sonhos e não se sabotar. Se você ficou curioso pra saber como foi a experiência, dá o play aí embaixo. Espero que sirva de empurrãozinho pra você se jogar por aí também. <3

Ah, só não se esquece de relevar os probleminhas de iluminação, áudio, edição, tagarelice e, claro, minha falta de jeito frente às câmeras :b Coloquei em prática o conselho “comece antes de estar pronto”, do Decola Lab, e aproveitei a hora do almoço pra deixar minhas desculpas de lado e gravar o vídeo mesmo que sem jeito. :)

Depois de ver assistir, pode continuar rolando a barrinha aí embaixo, que tem conteúdo exclusivo aqui pro blog: uma lista de passeios arrasantes nessa deliciosa cidade californiana!

Cinco programas imperdíveis em São Francisco
Por Milenna Gomes

Eu poderia escrever uma lista com 50 programações imperdíveis nessa cidade maravilhosa porque tudo por lá vale a pena, mas Luisa só pediu cinco, então vou usar o poder de síntese que eu não tenho para resumir alguns dos lugares mais legais de lá. Pensei num roteiro para quem só tem 24h e pressa. A dica é ficar pela bay area, que é linda e cheia de coisa pra fazer, ideal para explorar num dia. Mas, pela importância histórica, acrescentei o Castro, meu bairro favorito da terra da névoa matinal.

 

1 – Cable Car, na Powell St.
Os bondinhos centenários são a melhor forma de passear pelas ladeiras íngremes de San Francisco sem cansar. Você pode embarcar em vários pontos da cidade. Aguardar na estação inicial, a Powell, no entanto, te dá a chance de escolher o assento e observar como os carros dão meia volta, com o mesmo mecanismo de anos atrás. Eles são conduzidos na munheca, com muita força. O passeio é lindo e passa por alguns pontos turísticos, como o topo da Lombard Street (ladeira cheia de curvas). Escolha a linha Powell/Hyde, tá? Você vai descer ao lado da Ghirardelli Square, a fábrica de chocolate mais antiga de SF, e de frente para o Pacífico, com vista bapho da Golden Gate Bridge.

 

2 – Bairro do Castro e Haight-Ashbury
San Francisco é o berço dos direitos LGBT, foi na cidade que o movimento começou, e o bairro do Castro traduz bem a aura diversa que SF emana. Bandeiras do orgulho gay pra todo lado, sex shops, barbearias, cafeterias, parques incríveis (o Dolores é amor <3) e casas de estilo vitoriano até perder de vista. Que lugar! A vida noturna é super agitada, com bares e boates para todos os públicos. Foi na Califórnia que o movimento hippie surgiu também e San Francisco, sempre moderninha, arrasou na participação. A esquina entre as ruas Haight e Ashbury guarda um pouquinho da vibe paz e amor. Algumas pessoas que circulam parecem até que vieram daquele tempo.

 

DSC01012

 

3 – Fisherman’s Wharf e leões marinhos fofinhos
Essa é uma região bem turística, cheia de restaurantes e lojas. Tem de um tudo. Padaria, museu de cera, loja de brinquedos, lugar pra comprar lembrancinhas, galerias de arte. Foca na comida. Por lá você encontra fácil frutos do mar e o king crab, caranguejo gigante que vive nas águas geladas do Pacífico. Sou muuuito mais o nosso do mangue, mas vale a experiência. Bem pertinho é o Pier 39, onde os leões marinhos tomam banho de sol. Fui três vezes durante a viagem porque é difícil demais resistir àqueles bigodinhos.

 

4 – Golden Gate Bridge
Ela fica um pouquinho distante do centro, a uns 25 minutos de ônibus e umas 2 horas de bicicleta, mas ir a San Francisco e não tocar na Golden Gate é, certamente, pecado. Eu já conhecia a ponte dos muitos filmes de fim do mundo nos quais ela é destruída. Só que eu não tinha ideia do quanto a bicha é gigante, vermelha e linda. Se tiver a chance, vai andando pela estrutura, aproveitando a vista do mar e de Alcatraz.

 

5 – Alcatraz
MELHOR PASSEIO! Pra chegar na ilha é preciso pegar um barco, que sozinho já é massa. Mas dentro do presídio é sensacional. A gente recebe um fone de ouvido (tem áudio em português) que vai nos guiando pelas celas, contando as histórias dos detentos e das fugas cinematográficas que aconteceram por lá – com direito a efeitos sonoros de explosão e tudo mais. É muito doido pisar no mesmo chão pelo qual um dia andou Al Capone, viu? Existe a opção da excursão à noite para os corajosos.

sao-francisco

Pra saber mais sobre a experiência de Milenna, leia os posts sobre o assunto no blog dela (aqui e aqui). E comenta aí embaixo pra gente ficar feliz!
Foto em destaque: Pexels  – licença Creative Commons Zero (CC0)
Fotos do post: Milenna Gomes – Não Sei Cozinhar

Já curtiu a página do Janelas Abertas no Facebook? Clique aqui pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens. 

Vai viajar pra o exterior? Não deixe de fazer um seguro viagem! Contrate o seguro que eu sempre uso :) Neste post você encontra um código pra ganhar 15% de desconto. Você economiza e ainda ajuda o blog a se manter vivo.

600x80

Posts Relacionados

4 Comentários

  1. gabriela pires

    que vídeo incrível!!amei cada parte…faz mais sempre pfv!!

  2. Luisa. O vídeo ficou ótimo, adorei te ver na câmera! Parabéns! Eu sou a Wal e escrevo o blog Acontece no Vale (www.acontecenovale.com). O blog é inspirado na cultura do Vale do Silício e traz várias dicas sobre a Baía de San Francisco! Um bjo e parabéns pelas dicas.

    • Oi, Wal! Que bom que voce gostou :D Vou dar uma olhada no blog, achei massa o tema! Valeu pelo comentario :)

Deixe o seu comentário