Rio de Janeiro

Rio: 5 feirinhas de rua pra passear, comer e comprar

Roupinhas, coisas antigas bonitas, comidinhas, música, artesanato, livros, gente. E tudo isso de graça <3 Como não amar feirinhas de rua? No tempo que passei no Rio entre maio e junho tentei conhecer várias delas, que são realizadas periodicamente há anos em várias partes da cidade. Se estiver por lá num fim de semana, vale dar uma conferida numa dessas delicinhas:

Feira da Praça São Salvador

Essa é uma das minhas preferidas, nem tanto pela feirinha em si, mas pelo chorinho que rola no meio da praça. Adoro essa parte da cidade e adorei percorrer as barraquinhas de roupas e acessórios, comer um bolinho de macaxeira, provar vários bolos no pote de sabores peculiares (bacon, pão de mel e “unicórnio” entre eles) e ver os idosos curtindo a roda de choro e as crianças brincando. <3

Recentemente a prefeitura quis impedir a realização do evento, alegando que alguns ambulantes trabalhavam de forma ilegal, mas depois foi liberado. A feira da São Salvador, entre os bairros de Laranjeiras e Flamengo, acontece aos domingos, das 10h às 15h mais ou menos.

feira-praça-sao-salvador7

feira-praça-sao-salvador6

feira-praça-sao-salvador5

feira-praça-sao-salvador4

feira-praça-sao-salvador3

feira-praça-sao-salvador2

feira-praça-sao-salvador1

Feira Hippie de Ipanema

Conhecida de muitos turistas – até pela localização, numa das melhores partes da Zona Sul – a feira da Praça General Osório, também conhecida como Feira Hippie de Ipanema, era a única que eu já tinha visitado mais de uma vez. Passei por lá de novo pra tirar fotos pro blog, mas não comprei nada porque acho boa parte das barracas mais turística (leia-se cara) do que em outras feiras que conheci. Entre os itens você encontra desde camisas turistonas a itens de couro de ótima qualidade, passando por mais um monte de roupas, acessórios e objetos decorativos e quadros bonitinhos – muitos deles feitos pelos artistas na hora.

Acho bem válida a visita, até porque é fácil de encaixar num roteiro combinando com praia e comidinhas nos arredores – comer um hambúrguer no TT Burger e tomar um sorvete de torta alemã com doce de leite na Sorveteria Itália, por exemplo, é uma ótima pedida. ;) A feira de Ipanema acontece todo domingo, das 7h às 19h.

feirinha-hippie-ipanema6

feirinha-hippie-ipanema5

feirinha-hippie-ipanema4

feirinha-hippie-ipanema3

feirinha-hippie-ipanema2

feirinha-hippie-ipanema1

Feira de Antiguidades da Praça XV

Por pouco eu não ia embora da Praça XV sem conhecer essa feira de antiguidades, que costumava ser montada em frente ao Paço Imperial mas recentemente se mudou mais pra o lado: vá até a estação de barcas da praça e caminhe pra sua direita e você vai começar a encontrar as barraquinhas. Dá pra comprar (ou só admirar) um pouco de tudo, como na maioria dos “mercados de pulga” por aí: câmeras antigas, coleções de selos, brinquedos da época dos meus pais, livros usados, vinis, roupas, móveis, óculos, joias e bijuterias, fichas de orelhão, binóculos… Sem falar no visual lindão dos barquinhos e barcas naquele azulzão sem fim. :) A feira da Praça XV, no Centro, acontece aos sábados das 8h às 14h.

feira-antiguidades-praça-XV-17v2

feira-antiguidades-praça-XV-16

feira-antiguidades-praça-XV-15

feira-antiguidades-praça-XV-14

feira-antiguidades-praça-XV-13

feira-antiguidades-praça-XV-12

feira-antiguidades-praça-XV-11

feira-antiguidades-praça-XV-9

feira-antiguidades-praça-XV-8

feira-antiguidades-praça-XV-7

feira-antiguidades-praça-XV-6

feira-antiguidades-praça-XV-5

feira-antiguidades-praça-XV-2

Feira do Lavradio

É preciso um pouco mais de sorte pra conseguir ir na Feira do Lavradio, já que ela só acontece no primeiro sábado de cada mês. Caso você esteja pelo Rio no dia, aproveite pra dar uma passada nessa charmosa rua da Lapa, que fica cheinha de gente e reúne desde roupas e acessórios a itens usados/antigos como uma vitrola de muitas décadas atrás, móveis e comidinhas.

Depois de bater perna, admirar o casario da rua e fazer umas comprinhas (ou não), aproveite pra comer ou beber num dos restaurantes e bares que também costumam bombar por lá – tomei um chopp delícia no Belmonte com uma empada aberta, fica a dica. ;) A feira do Lavradio também é conhecida como Feira do Rio Antigo e funciona das 10h às 18h.

feira-lavradio6

feira-lavradio5v2

feira-lavradio3

feira-lavradio2

Feira da General Glicério

Desses programas, o único que me decepcionou um tiquinho foi a feira da Praça General Glicério, em Laranjeiras, mas talvez eu tenha chegado num horário ruim. Não encontrei lá a roda de choro que esperava, mas o passeio valeu porque tava bem animado e pra admirar as barracas com frutas, verduras, legumes e flores lindões.

Também vi algumas barraquinhas com roupas e acessórios – muitos deles dos mesmos vendedores que já tinha encontrado nas outras feiras. Se der fome ou sede dá pra comer um pastel e tomar uma água de coco, suco de laranja ou cerveja vendida por lá. Depois você pode ir conhecer o charmosíssimo Largo do Boticário, um pedacinho da cidade que parou no tempo, ou pegar o Trem do Corcovado pra ir conhecer o Cristo. A feirinha acontece aos sábados.

general-glicerio3v2

general-glicerio2

general-glicerio1

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

2 Comentários

Deixe o seu comentário