Paraná

Foz do Iguaçu: vale a pena visitar a Usina de Itaipu?

A Usina de Itaipu bateu o recorde de visitas em 2016, quando também se tornou a líder mundial de produção de energia. Mas eu, que não sou a maior entusiasta de conhecer “grandes obras”, pensei duas vezes antes de colocá-la em meu roteiro por Foz do Iguaçu.

Acabei indo porque meu pai, que já conhecia o lugar, queria repetir a visita. E valeu a pena? Pra mim, não é um passeio imperdível: com poucos dias, priorizaria sem dúvidas os lados brasileiro e argentino das Cataratas e o Parque das Aves. Mas pra quem não tem pressa, preciso concordar: é interessante ver de pertinho uma das maiores obras da engenharia moderna e se sentir pequenininho frente àquela imensidão.

usina-itaipu11

Itaipu é a maior usina hidrelétrica do mundo em termos de produção, gerando 71,3% da energia consumida no Paraguai e 16,4% da que usamos no Brasil. A barragem, onde chegaram a trabalhar 40 mil pessoas no auge das obras, tem 8 km de comprimento e 196 metros de altura, o equivalente a um prédio de 65 andares. E a vazão de só duas de suas turbinas equivale à vazão média das Cataratas do Iguaçu.

Deu pra entender, né? É muito grande, é muita água. E também é curioso o funcionamento do lugar, que é dividido entre Brasil e Paraguai desde o acordo feito em 1973 pra mudar o curso do Rio Paraná e produzir energia.

Existem vários tipos de visitas disponíveis e tudo me pareceu superorganizado – um exemplo pra outros equipamentos turísticos. No ponto inicial tem estacionamento, restaurante, lanchonete, loja de souvenires e uma cabine pra tirar fotos com capacete e comprar a versão impressa com uma montagem da barragem no fundo. :P Eu fiz o passeio mais básico, que é a visita panorâmica, e conheci também o polo astronômico.

usina-itaipu16

usina-itaipu8

Visita panorâmica

Nesse passeio mais geralzão, você percorre o Complexo Turístico Itaipu num ônibus panorâmico. Pra fazer a visita você pode comprar o ingresso online ou lá na hora, esperar seu horário (tem saídas todos os dias das 8h às 17h, a cada 30 minutos), assistir a um filme de 10 minutos que conta a história da usina (não tava passando quando eu fui) e ficar na fila pra o ônibus.

usina-itaipu9

usina-itaipu10

O trajeto é acompanhado por um guia, que vai contando as curiosidades e tirando dúvidas sobre o lugar. São três paradas onde se pode descer: a primeira no vertedouro, que é aberto pra escoar o excesso de água da usina. Só que vê-lo em funcionamento é questão de sorte – ele só é aberto em 10% do ano, sem previsão de datas.

usina-itaipu1

Depois de ver algumas paisagens bonitas e ter uma noção da dimensão do espaço, chegamos à principal parada: o Mirante Central, de onde se tem uma vista privilegiada das barragens. É meio doido ver os carros passando por perto e comparar o tamanho: aquele troço é realmente imenso.

usina-itaipu7

usina-itaipu2

Lá no mirante você encontra também uma lanchonete (com mesas que não tavam sendo usadas por ninguém porque ficavam embaixo de um sol escaldante) e a escultura do Barrageiro de Aço, feita em homenagem aos trabalhadores envolvidos na obra, usando materiais que sobraram da construção. Ah, ali tem também outra homenagem pra os barrageiros: um painel assinado pelo artista paranaense Poty Lazaroto. Se estiver com pressa e quiser escolher só um ponto pra descer, sem dúvida o melhor é esse. ;)

Você pode passar quanto tempo quiser nessa parada e então pegar outro ônibus pra seguir caminho, passando pela barragem onde ficam as comportas de captação de água, de onde dá pra ver o Rio Paraná.

usina-itaipu14

usina-itaipu13

usina-itaipu4

Por fim, a visita chega ao Porto Kattamaran, onde também é possível seguir caminho pra voltar ao ponto inicial ou descer e esperar outro ônibus. Nessa parada você encontra um restaurante que funciona no sistema de bufê, um quiosque com lanches e um deck com vista pra o lago de Itaipu, de onde saem os catamarãs que fazem um passeio pelo lago.

usina-itaipu6

usina-itaipu5

Atualmente, o preço da visita panorâmica é R$ 36 (inteira). A duração é variável, já que você pode descer e ficar quanto tempo quiser nas duas últimas paradas, mas considere uma média de duas horas a partir do momento em que pegar o ônibus.

Polo astronômico

Depois da Visita Panorâmica, voltamos pra o ponto de partida e pegamos outro ônibus pra conhecer outra parte do complexo: o Polo Astronômico Casimiro Montenegro Fiho, que reúne planetário, observatório e o Espaço Universo, tipo um pequeno museu de astronomia.

Na visita, os monitores simpaticíssimos mostraram à gente um relógio solar, explicando seu funcionamento, e outros itens interessantes como bolas de boliche que simulam a gravidade nos planetas da Via Láctea, um meteorito que você pode segurar e um telescópio solar – que infelizmente não pude usar porque o sol ficou tímido e se escondeu por trás das nuvens (tentamos dancinha do sol e tudo, mas não funcionou).

usina-itaipu17

usina-itaipu18

usina-itaipu19

usina-itaipu20

Depois, vimos uma projeção no planetário, que não é dos melhores que já visitei – a “desculpa” é que é feito com equipamentos brasileiros, que infelizmente ainda não estão no nível dos de outros países, mas tá valendo por incentivar a produção nacional, né? :P Também não achei a visita imperdível, mas é legal pra quem também curte essas vibes estelares.

O passeio custa atualmente R$ 24, dura cerca de 2h30 e tá disponível de terça a domingo às 10h e 16h e nas sextas e sábados também às 18h30 (ou 19h30 no horário de verão).

Outros passeios

Existem também outros tipos de visitas que eu não tive tempo (ou interesse :P) de fazer, mas podem ser legais. No site, eles dão até sugestões de combinações de passeios pra você ficar um dia inteiro lá. Olha quais são as opções:

Circuito especial – essa é pra quem quer realmente conhecer a fundo a usina. :) No chamado Circuito Especial, os visitantes podem adentrar a estrutura, observando a atividade do rotor de uma das unidades geradoras, observando o trabalho na sala de comando central, entre outros detalhes.

Pra participar é preciso ter no mínimo 14 anos, apresentar documento de identificação original, calçar sapatos fechados e sem salto e usar roupas com comprimento abaixo dos joelhos. Hoje esse passeio custa R$ 78, tem 2h30 de duração e tá disponível todos os dias às 8h, 8h30, 10h, 10h30, 13h30, 14h, 15h30 e 16h. Aqui você encontra um relato do passeio pelo circuito especial.

Iluminação noturna – nesse passeio, os visitantes podem contemplar a barragem iluminada por 747 refletores e 112 luminárias, com direito a trilha sonora sincronizada com o acendimento das luzes. Esse passeio custa hoje R$ 18 (inteira) e acontece apenas nas sextas e sábados à 20h (ou 21h no horário de verão), com duração de 1h30. Sílvia do blog Matraqueando fez essa visita e contou aqui como foi.

Refúgio biológico – no Complexo de Itaipu você encontra também o Refúgio Biológico Bela Vista, unidade de proteção criada pra preservar a fauna e a flora durante a formação do reservatório da usina. O passeio consiste em 2 km de caminhada numa trilha em meio à floresta nativa, onde supostamente vivem animais como jaguatiricas, quatis, jacarés e serpentes, além de outras 50 espécies de bichos e 960 gêneros de plantas. O valor atual é R$ 24 e as saídas pra visita, que dura 2h30, acontecem de terça a domingo às 8h30, 9h30, 10h30, 13h30, 14h30 e 15h30.

Ecomuseu – esse espaço conta a história da Itaipu Binacional através de fotos e objetos antigos, uma maquete de 76 metros quadrados que reproduz toda a região, entre outros recursos. A visita custa hoje R$ 12 e acontece de terça a domingo das 8h às 17h. A duração é livre, mas eles estimam em aproximadamente 1h.

Kattamaran – Também é possível fazer um passeio pelo lago Itaipu a bordo do barco Kattamaran, que tem 35 metros de comprimento e capacidade pra 200 pessoas (olha ele aí embaixo na foto). Dizem que é bem bonito no pôr do sol. :) Atualmente, essa opção custa R$ 80 (inteira) e tá disponível todos os dias às 14h, 16h e 17h (ou 19h no horário de verão). A navegação dura 1h, mas o passeio completo (com ida e volta até o ponto de saía do barco) chega a 1h45.

usina-itaipu15

Serviço

Os valores e horários mencionados no post estão sujeitos a alterações pelas quais o blog não pode se responsabilizar. Antes da sua visita, confirme as informações no site oficial do Complexo Turístico da Usina de Itaipu. Na página também é possível comprar seus ingressos com antecedência, o que acho recomendável pra não correr o risco de não encontrar vaga pra o horário em que você quer ir – especialmente pra o Circuito Especial e a Iluminação Noturna.

Como chegar: O Centro de Recepção de Visitantes da Itaipu fica a 12 km do centro de Foz do Iguaçu. É fácil chegar de carro (fomos assim, usando o Waze): é só seguir até a Av. Tancredo Neves, 6702. O Centro de Recepção de Visitantes fica no final da avenida, à direita, e a diária do estacionamento custa hoje R$ 15. Você também pode contratar o transfer com uma agência ou seu hotel ou ir de transporte público. As linhas de ônibus “Itaipu Dam”, Conjunto C Norte” e “Conjunto C Sul” partem do terminal central de Foz do Iguaçu e chegam lá em cerca de meia hora. Atualmente, a passagem de ônibus custa R$ 3,20.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube

2017_01_04-728x90

Vai viajar pra o exterior? Não deixe de fazer um seguro viagem! Contrate o seguro que eu sempre uso :) Neste post você encontra um código pra ganhar 15% de desconto. Você economiza e ainda ajuda o blog a se manter vivo.

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário