Morar Fora

Escrevendo uma carta de motivação

~~estudos

O blog é de viagens, mas como uma das minhas formas preferidas de viajar é morando no lugar – ainda que seja por um curto período de tempo -, os tais dos estudos no exterior viraram quase uma obsessão ;) Mas é claro que nada cai do céu e às vezes é preciso se inscrever em muita coisa até ser aceito. O bom é que vai ficando cada vez mais fácil! Já falei aqui de como começar a buscar uma bolsa fora do país, mas no processo podem surgir algumas dúvidas.

Uma das mais comuns é “que diabos eu escrevo nessa bendita carta de motivação?“. Isso vale pra seleção de um mestrado, pós, bolsa de estudos, treinamento, estágio etc. e é chatinho, mas garanto que com o tempo você pega o jeito ;) Também chamada de carta de apresentação, carta de intenção, cover letter, motivation letter, carta de motivación, lettre de motivation – insira aqui a língua da sua preferência -, essa danada dá dor de cabeça pra muita gente, mas na verdade nem é esse bicho todo. Ainda assim, ela precisa ser tratada com carinho, porque se o processo não incluir uma entrevista essa vai ser sua única chance de dizer a que veio!

Longe de ser uma especialista, tenho algumas dicas pra dar com base no que já pesquisei por aí e nas cartas que já escrevi – muitas renderam respostas positivas, então êêêê :) Na verdade é difícil dar conselhos gerais, já que o conteúdo da dita cuja é bem pessoal, variando muito não só de acordo com a vaga almejada, mas também com suas experiências, competências e aspirações. Ainda assim, eu sempre tento ter em mente alguns pontos.

Ah, sim: a própria convocatória pode dar algumas indicações do que eles querem de você, tipo “Explique brevemente os motivos que o levam a se interessar pelo programa de estudos escolhido”, “Diga por que você é o candidato ideal para a vaga”, “Conte-nos quais são suas expectativas em relação ao curso” e por aí vai. Também podem pedir que você diga quando está disponível pra assumir o posto, por exemplo. De todo jeito, se ligue nisso:

Pontos a abordar:

– Mostre que conhece os conteúdos do curso ou as atividades desenvolvidas pela empresa. Pesquise, fuce o site da instituição e cite os aspectos que mais lhe interessam ou se encaixam nos seus objetivos (sem copiar e colar uma lista de conteúdos, né)

– Fale dos seus planos futuros. Onde você quer chegar? Como esse programa pode lhe ajudar? Explique, de forma objetiva, como ele pode ser útil pra sua carreira ou preencher lacunas na sua formação

– Explique como suas experiências anteriores de trabalho ou estudo podem agregar valor ao curso/trabalho

– Ressalte êxitos da sua vida profissional e/ou acadêmica: prêmios que ganhou, projetos que liderou, artigos que publicou

– No caso de um mestrado, você pode descrever brevemente o que deseja investigar, justificando a importância do estudo, objetivos e metodologia. Normalmente isso é solicitado explicitamente

– Pode ser interessante mencionar atividades que não estejam diretamente relacionadas à vaga, mas que demonstrem comprometimento, como trabalhos voluntários ou um emprego em outra área numa posição de responsabilidade. Nesse caso, deixe claro o motivo para incluir isso na carta: mencione habilidades que você adquiriu e podem ser úteis nessa situação

– Pra concluir, responda à clássica pergunta de entrevistas: Por que você é o candidato ideal pra essa vaga? Em outras palavras: o que faz de você melhor do que as outras dezenas/centenas/milhares de pessoas que também tão escrevendo a tal carta?

Algumas dicas gerais:

– Demostre dedicação e responsabilidade. Convença o pessoal de que, se selecionado, você vai dar o melhor de si

– Seja sucinto, vá direto ao ponto. Enrolation pega mal; evite adjetivos

– Dispa-se de modéstia, mas não invente nada. Dê uma forma atraente às suas qualificações usando seu bom senso pra não soar forçado

– Tenha em mente que se houver uma entrevista os selecionadores podem lhe perguntar sobre coisas que você escreveu

– Não se limite a repetir o que está no seu CV. A ideia é aproveitar esse espaço mais “flexível” pra mostrar outras facetas suas que podem ser interessantes pra o comitê de seleção

– Se tratando de um programa no exterior, não diga o quanto quer ir pra o país por interesses pessoais, como se estivesse viajando a turismo. Você pode falar da boa reputação da universidade, por exemplo

– Não force a barra “babando o ovo” da instituição/empresa. Mostre que admira o trabalho que fazem e que gostaria de estar lá, mas sem exagerar

– Seja formal, é claro, mas tente fazer com que suas palavras expressem o quanto você quer essa vaga. Não seja “insosso” :P

– No final, releia e elimine tudo que for redundante

– Fique muito atento à correção gramatical!

Sobre o formato:

– Se o tamanho não estiver especificado, tente escrever apenas uma página – nunca mais de duas

– Pra começar, pode usar um simples “Estou escrevendo esta carta porque gostaria de ser considerado (a) para a vaga x.”

– Em cada país/língua tem aqueles formatinhos tradicionais pra escrever uma carta formal, né. Pesquise. Por exemplo, em francês você pode se despedir com “Veuillez agréer, Monsieur, l’expression de mes sentiments distingués”, e em inglês com “Thank you in advance for your consideration,  Sincerely, fulano” e por aí vai. Tá cheio de exemplos pela internetx ;)

– Também é fácil encontrar muitos modelos de cartas pela web. Procure usando termos da área e idioma desejados, como “lettre de motivation master économie” ou “carta de motivación prácticas periodismo”. Se não encontrar, exemplos mais gerais também podem ser úteis

Saiba mais sobre estudos no exterior clicando neste link e curtindo a página do Janelas Abertas no Facebook :)

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

26 Comentários

  1. Julio Correi

    Sou um dos Timoreses que gostaria de aprefessoar a lingua portuguesa com via internete e agora estou preparar para continuar o doutoramento em Portugal.porisso se algumas que pode ajudarme-me para preparar um exemple de escrever carta motivacao. Um abraco muito forte.

    • Oi, Julio! Eu não tenho um exemplo de carta pra mostrar, porque acho que se fosse o caso teria que incluir vários modelos diferentes, de acordo com os tipos de vaga etc e infelizmente não tenho condições. Mas em outras buscas pela web você encontra isso facilmente :) Boa sorte! Um abraço

  2. Julio Correi

    Sou um dos Timoreses que gostaria de aprefessoar a lingua portuguesa com via internete e agora estou preparar para continuar o doutoramento em Portugal.porisso se algumas que pode ajudarme-me para preparar um exemple de escrever carta motivacao. Um abraco muito forte.

    • Oi, Julio! Eu não tenho um exemplo de carta pra mostrar, porque acho que se fosse o caso teria que incluir vários modelos diferentes, de acordo com os tipos de vaga etc e infelizmente não tenho condições. Mas em outras buscas pela web você encontra isso facilmente :) Boa sorte! Um abraço

  3. Nossa, Luísa, devia ter conhecido o seu site antes de fazer a minha carta de recomendação, hahaha. Mas que bom que fiz quase tudo o que você falou. Agora é torcer pra passar. E se não rolar, normal porque é só a primeira tentativa. :)

    Beijos!

    http://www.despindoestorias.com

  4. Nossa, Luísa, devia ter conhecido o seu site antes de fazer a minha carta de recomendação, hahaha. Mas que bom que fiz quase tudo o que você falou. Agora é torcer pra passar. E se não rolar, normal porque é só a primeira tentativa. :)

    Beijos!

    http://www.despindoestorias.com

    • Oi, Tailany! Boa sorte na sua seleção :D Mas é como você disse: se não for dessa vez, normal! Não pode desanimar ;) Um abraço!

  5. Nossa. Texto fascinante. Coisas básicas que podemos utilizar mas que muitas vezes, com nossas cabeças viciadas no cotidiano, esquecemos de usar. Vou usar esse texto na criação das minhas cartas certamente!

    • Luísa Ferreira

      Oi, Diego! Fico muito feliz por saber que o post foi útil! Boa sorte quando for escrever suas cartas :) Um abraço!

  6. Jade

    Estou aqui reescrevendo mais uma vez minha carta de motivação ao curso de mestrado e teu texto me ajudou enormemente. Por isso te agradeço muito! Abraço!

    • Luísa Ferreira

      Que bom, Jade! :D Fico feliz! Boa sorte com o mestrado. Um abraço

  7. anifo

    adorei da dica, mas ja faz tempo que venho escrevendo carta de pedido de bolsa muito menos da’ certo, simples curiosidade: sera’ k e’ errado escrever carta de pedido de bolsa dirigido ao representante da embaixada do pais onde pretendo pedir a bolsa de estudo ?????
    pesso a uma ideia sobre isso
    agradeceria……

    • Luísa Ferreira

      Oi, Anifo! O representante da embaixada provavelmente não vai poder lhe ajudar com isso. O ideal é procurar bolsas que estejam disponíveis e se candidatar a elas, ou escrever para as universidades de interesse :) Um abraço!

  8. anifo

    mais um vez agradeco-te luisa pela compreensao e paciencia em dar feedback , mas acabei descobrindo bolsas divulgadas pelo governo brasileiro por meio de divisao de temas educacionais, onde meu pais moz tambem e’ convidado, mais a condicao e’ o candidato deve custear as suas despezas no brazil.
    eu encontro-me em condições financeiras desfavoráveis para arcar com as despesas do Curso de Formação Superior .
    k eu faxo??? escrever directamente pra a universidade de interesse ou ……????????????
    agradecia sua ajuda

  9. Lana Pereira

    Olá Luísa,
    Parabéns pelo blog!
    Você sabe se pra pleitear a bolsa de mestrado da Universidad de Valladolid precisa ter menos de 28 anos?
    Obrigada :*

    • Oi, Lana! Infelizmente não sei :( Tens que checar no edital! Um abraço e boa sorte :)

  10. Debora

    Pra onde eu envio minha carta?

    • Oi, Debora. Pra instituição onde você desejar estudar ou trabalhar :)

  11. Rosane Dover

    Olá, Luisa! Eu preciso fazer uma carta de intenção / motivação para a seleção da minha universidade em intercâmbio no exterior. Eles disseram que a carta deve ser bem pessoal, mas dando uma olhada nas cartas de intenções, normalmente o começo é sempre com “Eu, fulana de tal, RG, aluna do curso tal, matriculada sob o n tal…”, estou achando muito formal, e você no texto comenta que pode começar com “Estou interessada…”, acha que no meu caso seria melhor ser desse jeito mais informal? Muito obrigada pela atenção desde já.

    • Oi, Rosane! Se eles falaram que a carta deve ser pessoal, eu usaria uma abordagem com menos protocolo mesmo :) Dá pra ser mais informal e ainda assim “elegante”, né? ;) Boa sorte!

  12. Rosario Benjamim Elias

    Oi Luísa, tuas dicas são realmente excecionais e já tenho uma ideia de como elaborar minha carta de motivação como candidato ao Mestrado em Gestão Ambiental na Universidade Pedagógica, Delegação de Nampula. Será que a carta não leva nenhum cabeçario? Agradecia ter alguns modelos. Muito obrigado mesmo.

    • Oi, Rosario! Normalmente eu começo com Local e data e algo como “Prezado diretor de admissões do curso tal”, “À Exma. Comissão de Seleção do Programa de Pós-Graduação em x”, “Excelentíssimo senhor coordenador da pós-graduação tal” ou algo mais genérico como “A quem interessar possa” caso você não faça ideia de quem vai receber a carta. É fácil encontrar muitos modelos de cartas pela internet, dá um google em “carta de intenção mestrado gestão ambiental”, por exemplo ;) Boa sorte!

  13. julia

    Adorei o post! me ajudou muito

  14. Ozira

    Oi Luísa, adorei suas dicas. Me ajudou muito na produção da minha carta de motivação.

Deixe o seu comentário