França

Francês na Alliance Française de Lyon

França | 11/10/12 | 76 comentários

Pouco mais de três anos depois de ir estudar espanhol em Buenos Aires, através de uma agência de intercâmbio, fui pra Lyon, na França, estudar – adivinhem – francês. Dessa vez, pedi orçamentos a três diferentes agências do Recife e percebi que os valores dos cursos e principalmente da acomodação praticados por elas eram muito mais altos do que se eu fosse estudar na Alliance Française. Na verdade, um dos motivos pra que eu escolhesse Lyon (além de ter amigos que já tinham morado lá e gostado muito da cidade) foi o fato de a Alliance de lá ser, de acordo com minhas pesquisas, a mais barata da França ;)

Lyon, sua linda!

Foi um caso típico de “unir o útil ao agradável”, porque a cidade é maravilhosa e a escola também não deixa nada a desejar. Reservar o curso e a hospedagem foi simples, através do site da instituição, onde é possível fazer um teste de nível e conhecer todas as opções oferecidas. Minha escolha foi pelo curso intensivo, de segunda a sexta, com três horas diárias de aulas. Chegando lá, me colocaram na turma da tarde (14h15 às 17h15), mas eu pedi pra mudar e como a turma da manhã (9h às 12h) não estava tão cheia, eles aceitaram.

eu bem jegue em frente à Alliance

Quanto à acomodação, a AF oferece casa de família, studio ou residência universitária, que foi minha escolha. A escola tem direito a usar uma parte dos quartos das residências públicas da cidade (CROUS), ocupadas majoritariamente por universitários, tanto franceses quanto estrangeiros. Não é possível escolher pra que residência você vai e o ideal é reservar com antecedência pra garantir vaga, porque não são tantas. Acho que paguei a taxa administrativa (50 euros) uns três meses antes de ir, pra garantir.

O que dá pra escolher é se você quer um quarto com banheiro (minúsculo, mas me acostumei numa boa) ou sem (e aí tem que usar banheiros compartilhados com os outros quartos do andar). A cozinha, em ambos os casos, é compartilhada. E foi em relação à acomodação que eu vi a maior vantagem em termos financeiros: enquanto algumas agências cobravam cerca de 500 euros por mês pra ficar em casa de família e o aluguel de um quarto em um apartamento compartilhado com outros estudantes chega facilmente aos 400 euros, nas residências dá pra pagar a partir de 169. 

O quarto não é grande, mas tem tudo que é necessário: cama, estantes, um mini guarda-roupa, frigobar, mesa e cadeira, além do banheirinho. Morei na residência Jussieu, que fica em Villeurbanne, na região metropolitana de Lyon (é tipo Olinda e Recife, coladinhas). Ela fica bem em frente à INSA (faculdade de engenharia), que também tem residências pra seus alunos e por isso eu só via jovens pelos arredores. Tinha uma parada de tramway bem em frente à porta do prédio, então apesar de não estar muito perto do centro, a locomoção era bem tranquila. Ah, e o ônibus noturno (pleine lune), que circula de madrugada nos fins de semana, também tem uma parada bem em frente à residência ^^ 

Jussieu. Meu prédio era esse último do lado direito.


A Alliance de Lyon fica bem localizada, perto de supermercados e a uma curta caminhada das áreas comercial e histórica da cidade. Os alunos têm direito a uma carteira de estudante, que possibilita entrar em museus com desconto ou de graça e fazer um cartão que dá direito a transporte ilimitado na cidade (ônibus, metrô e tramway) por um mês, por cerca de 25 euros (o preço pra não-estudantes é mais ou menos o dobro disso). 

Colegas da AF: Eslováquia, Alemanha, Bélgica, México e Brasil

As turmas são divididas segundo o marco de referência europeu (de A1 a C2) e a estrutura da escola é bem boa. Acredito que os livros são pagos por fora, mas no meu nível (B2 e C1) não se usava mais livros – recebíamos fichas com textos e exercícios. Quando estive lá, não havia tantos brasileiros assim, o que é bom pra quem quer ser obrigado a falar francês – o que tinha era muuuitos asiáticos, principalmente chineses. E quanto à cidade, recomendo 100%, mas vou deixar pra falar mais em um próximo post ;)

Posts Relacionados

76 Comentários

  1. Ei!!! Quero essa foto! Ficou legal! Beijinhos.

  2. […] Foi o dia quase todo viajando (com direito a uma parada na Gare Part-Dieu, em Lyon, de onde eu vi “meu bairro” e quase pulei do trem), mas foi bem confortável e ahhhh, que paisagens lindas no caminho! Como […]

  3. Hegel

    Por favor, no seu quarto na Jussieu tinha Wifi? Obrigado.

    • Oi, Hegel. O wi-fi não pegava no meu prédio, porque ele era o mais perto da rua, então eu tive que comprar um cabo pra usar a internet através dele e a conexão era boa, só não podia baixar nada, hehe. Nos outros prédios acho que pegava :)

      • Hegel

        Obrigado, Luisa. Por favor, uma outra coisa digna de orçamentos apertados: a alimentação, em Lyon, é muito cara? Vc acha q, sem exageros, daria para se alimentar de uma forma legal com quantos euros por dia? Sei q a questão é muito pessoal, mas pelo menos se vc puder me dar uma idéia… Brigadão novamente!

        • Oi de novo! :) Sem problemas, esse espaço é pra perguntas mesmo! :D Depende de onde você come. Café da manhã e jantar eu sempre fazia em casa, comprando pão, cereal etc. no supermercado (tem um frigobar no quarto), mas lembre-se que você terá que comprar, se for pra uma das residências da CROUS, seus utensílios de cozinha. Esse tipo de coisa não sai muito caro – é mais do que aqui na Espanha, por exemplo, mas nada absurdo. Pra o almoço, tem cozinha comunitária e na maioria das vezes eu voltava pra lá depois da aula pra comer, mas como não queria perder muito tempo costumava almoçar coisas prontas, que podiam ser muito baratas – por exemplo, acho que todo supermercado vendia uns raviolis e outras massas em lata por menos de 1 euro, e eram bem gostosinhos (devem ser ruins pra saúde, mas era pouco tempo :P). Outra opção é almoçar no Restaurante Universitário – quando eu tava lá, o almoço custava um pouquinho mais de 3 euros, mas tinha o inconveniente de precisar pagar com o dinheiro exato (porque o pessoal da universidade tem um cartão que carrega e usa pra isso, e aluno da AF não, e eles não dão troco). Não sei te dizer valor/dia muito bem, porque sou péssima com números hehe. Mas acredito que se você comer em casa ou no RU e não comprar sempre coisas “especiais” (tipo queijos caros, sei lá) é muito difícil gastar mais de 10 euros com as três refeições do dia. Espero que tenha ajudado :P

          • Ah, e pra comer na rua o negócio é buscar as “formules”, que são prato + sobremesa ou prato + entrada ou os três, e normalmente custam entre 9 e 15 euros.

          • Hegel

            Luisa, mais uma vez, muito obrigado. Com relação às formules, das quais gostei hehe, é fácil encontrar nos restaurantes (comum)? Valeu!

          • Hegel

            Outra coisa: tem supermercado perto do Jussieu? Eu comeria o almoço fora e talvez tomasse café e jantasse na residência. Valeu!

          • Mais ou menos… Tem um Carrefour a uns 10 minutos a pé, mas como eu achava chato ir andando carregando as compras, normalmente preferia ir em algum supermercado pelo centro e pegar o tramway, porque a parada da Jussieu é bem em frente à residência e eu achava mais fácil :)

          • Hegel

            Toh te explorando mesmo kkk, mas vamos lah: Luisa, vc se lembra da linha de tramway que pegava para ir à escola, e em q estação descia? Para voltar, era só fazer o inverso? Brigadão pela enésima vez…

          • Hehe, sem problemas! :) É o único tram que passa por Jussieu (a parada se chama INSA-Einstein) e a linha é a T1. Eu pegava no sentido Montrochet e acho que descia em Liberté (não tenho certeza, mas é a parada antes da Guillotière, e a AF fica mais ou menos no meio do caminho entre essas duas paradas), e pra voltar pegava no outro sentido (IUT Feyssine). Tem as informações sobre os transportes aqui: http://www.tcl.fr/

          • Hegel

            Obrigado e continuando :))). Tem algum ticket bizurado, tipo q valha ilimitado por um mês? Valeu!

    • Hegel

      Luisa, tudo bem? Estou aqui de novo para contar com seu suporte rs. Olha, vc conhece a praça Gabriel Péri, perto do metrô da Guillotière? É tranquilo por lá ou realmente perigoso? Pergunto porque surgiu uma opção de ap na área, q fica perto da Aliança e daria para ir andando. Mais uma vez, obrigado e um abraço!

      • Rapaz, é meio perigoso. A Rue de Marseille fica um pouco esquisita à noite e uma amiga teve o celular roubado nessa área. Eu também passei por umas situações meio chatas por ali, mas nada muito sério (coisas do tipo cara estranho me encarando ameaçadoramente no tramway, ou até mexendo no meu cabelo :P). Por outro lado, a localização é muito boa; além da Alliance você pode ir andando pra maioria dos lugares pelo centro… Se o custo e as condições do apê forem boas, acho que ficando atento à noite (principalmente sendo homem – infelizmente existe diferença nesse sentido) não deve haver muitos problemas. Durante o dia é bem tranquilo e tem supermercados e lojas pra resolver quase tudo que você precisar (imprimir coisas, comprar chip de celular, etc).

        • Resumindo: eu não me sentia confortável lá à noite, mas acho que também não é nada de outro mundo (não sei de onde você é, mas pra quem tá acostumado à violência de algumas cidades brasileiras isso é fichinha :P).

  4. Karine

    Oi Luisa!! Adorei o seu blog!!! Todas essas dicas vão me ajudar muito… Eu vou pra Lyon com uma amiga em novembro desse ano, estudar francês (a gente tava vendo na ESL – é a escola com que a agência de intercâmbio aqui no RJ trabalha) e nós ficaríamos num studio na Rue des Marronniers, perto da Bellecour. É uma boa região pra ficar? É tranquilo pra andar à noite?
    Obrigada!!!
    Karine.

    • Oi, Karine! Que bom que você gostou, obrigada :)) Espero que ajudem mesmo :D Essa localização é ótima, vocês vão poder ir andando pra todo lugar e à noite tem que ficar um pouco ligada, mas em geral é tranquilo sim! Aproveitem!!

  5. matheus

    Oi, gostaria de saber como vc fez para reservar esse quarto? Ele é feito pela Aliança ou vc faz?

  6. Marjory Azevedo

    Oi, Luisa. Vou estudar em janeiro um mês na Alliance Française e lendo seu blog vi que tem varias dicas úteis! Parabéns! Me enviaram um email da escola informando que eu iria ficar na residência Jussieu, a mesma que você ficou. Por isso, além das informações que você já postou, eu queria saber algo mais, principalmente a respeito da localização e do transporte. Gostaria de saber qual o esquema para ir para a escola e em média quanto tempo demora pra chegar lá. Devido a localização, fiquei preocupada se não iria perder muito tempo pra ir da residencia até a escola e até o centro ou a outros pontos da cidade. A outra coisa que gostaria de saber é se é perigoso utilizar o transporte a noite. Como vou passar só um mês, acredito que irei sair bastante, inclusive a noite pra balada. Então, quero saber se há transposte para saídas noturnas e se posso ficar tranquila quanto a segurança. Agradeço desde já! Muito boas suas dicas.

    • Oi, Marjory! Que bom que ajudei :D Sobre o caminho pra AF, é como eu expliquei num dos comentário acima: Tem uma parada de tramway bem na frente da porta da Jussieu. É o único tram que passa por Jussieu (a parada se chama INSA-Einstein) e a linha é a T1. Eu pegava no sentido Montrochet e descia em Liberté, acho que são uns 20 minutos. Daí andava uns 5 minutos pra chegar na AF. e pra voltar pegava no outro sentido (IUT Feyssine). Tem as informações sobre os transportes aqui: http://www.tcl.fr/ O site é bem bom, diz em quanto tempo o próximo tram vai chegar e tudo :) É um pouco longe do centro sim, mas se você tiver com pressa pode descer do tramway no meio do caminho e pegar um metrô, por exemplo (o passe de transporte mensal dá direito a viagens ilimitadas em toda a rede). O que eu fazia na maioria das vezes era sair pra aula e só voltar à noite ;)

      À noite é tranquilo nos dias em que tem o Pleine Lune, o ônibus noturno que eu mencionei no post. Você pode conferir no site também, mas que eu me lembre ele circula nas madrugadas de sexta pra sábado e sábado pra domingo. A frequência é baixa, mas é bem tranquilo – a parada é na frente da Jussieu também e não é perigoso. Como eu também mencionei nos comentários acima, Lyon não é a cidade mais segura do mundo (se eu comparar com cidades pequenas como Valladolid, onde morei agora), mas pra quem é brasileiro é fichinha, hehe. Boa viagem!

  7. Marjory Azevedo

    Ótimo, Luisa! Era isso que precisava saber. Vou dá uma olhada no site dos transportes! Muito obrigada por mais essas dicas!!

  8. Karine

    Oi, Luisa!! Estou de volta aqui com mais umas perguntinhas que surgiram devido a umas mudanças de planos :) Então, to indo em janeiro pra estudar francês em Lyon e agora escolhi a Aliança Francesa, que de fato, o preço é beeem melhor que os outros cursos na cidade. A minha ideia é me inscrever pelo site mesmo. Já fiz o cadastro, o teste online e a matrícula, falta “só” pagar. Como foi que vc fez? Foi apenas isso, ou teve que enviar ainda alguns documentos? Depois de vc fazer o pgto, eles mandam uma confirmação da sua matrícula, como é isso? Deu tudo certinho? Pelo que vi, acho q sim né :p

    Obrigada!!! :)
    Karine.

    • Oi, Karine! Foi só isso mesmo. Eles mandaram uma confirmação por e-mail do pagamento e também um certificado de inscrição e de alojamento por e-mail e por correio. Deu tudo certíssimo, hehe. Eles também foram muito solícitos respondendo aos meus e-mails :) Boa sorte! Um abraço.

  9. Larissa

    Oi, Luisa! Estou indo pra Lyon em fevereiro do ano que vem estudar francês. Estou quase escolhendo a Alliance porque foi a única escola que achei que oferece alojamento nas residências universitárias. Você sabe se tem alguma outra escola com esse esquema? Na verdade a Alliance não foi a mais barata que achei, mas levando em conta o que eu iria pagar num studio qualquer, acaba valendo a pena…
    Abraços!
    Larissa

    • Oi, Larissa! Que eu saiba, só quem tem esse acordo com as residências públicas é a Alliance mesmo. Se eu souber de outra, te aviso :) Realmente deve haver escolas mais baratas, mas além do preço do alojamento o que pesou pra eu escolher a Alliance foi a boa reputação… E não me arrependi, achei eles bem organizados e tive bons professores :) Boa viagem e obrigada pelo comentário! Um abraço.

      • Larissa

        É, foi o que pensei… bom, sendo assim, já fiz a pré-inscrição porque estou meio atrasada em relação a campus france, etc. :) Você deveria cobrar uns presentinhos da aliança francesa pela propaganda, ein! hahaha as suas dicas realmente deixam o pessoal que tá indo estudar pela primeira vez muito mais seguro… Obrigada pela atenção, Luisa! Provavelmente eu venha bater aqui na sua página de novo pra te encher de perguntas, hehe. Abraços!

        • Hahaha é que eu sei como é estar nessa situação :P Antes de ir, só fui achar relatos legais no Orkut, vê! Boa sorte e qualquer coisa é só falar. Um abraço :)

        • Larissa

          Ah, esqueci de uma coisinha! Vi ali no post que você fazia o curso das 9 às 12h, o de 60h. Como você conseguiu Visto de estudante com essa carga horária? O mínimo exigido pelo consulado é de 20h semanais :/

          • Ah, é porque eu tava sem paciência pra tirar visto e daquela vez só fiquei na Europa por três meses! Mas tem várias opções de aulinhas extras (conversação, gramática, pronúncia) que você pode colocar pra chegar em 20h/semana…

          • Larissa

            Entendi. Valeu pela dica ;) Abç!

  10. EDUARDO RODRIGUES

    Luísa, primeiramente parabéns pelo conteúdo e pela forma do blog, sem contar que é uma mão na roda pra quem tá viajando, buscando dicas, melhores opções, etc.
    também sou de Recife, mas atualmente moro em Olinda e tô tirando um período off pra estudar em Lyon .
    tentei fechar uns pacotes com empresas de intercâmbio, mas a diferença de preço é absurda e resolvi fazer por conta, encontrando assim sua dica de Lyon , cidade que sempre tive interesse de morar, como também Marseille, por dica de outro brasileiro que esteve lá.
    Precisaria muito tirar umas dúvidas sobre essa viagem, pois, pra tu entender melhor o “aperreio”, tenho que estar em 02/12 em Lyon, pois preciso voltar até 02 de março, quer pelo visto, quer por questões profissionais. Ou seja, : bora correr!!
    Posso abusar de suas dicas por aqui? Não ficaria melhor um email? telefone?
    Aguardo sua disponibilidade para esclarecer uns pontos:
    1- só tem vaga para a residência de Allix e Jussie não tem vaga com banheiro privado em janeiro( não gostaria de compartilhar banheiro, mas se for o jeito). Qual tu considera a melhor CROUS? Pensei em ficar 1 mês na residência e procurar algo no centro de Lyon, mas tenho receio que me falte tempo e ainda não encontre, sem contar que é inverno.
    2- essas CROUS parecem bem longe do centro, coisa de 20 min de bus. Tu acha complicado ir e voltar na noite do centro pra lá? Não teria que pegar táxi? e passagem de bus não ficaria cara por mês, mesmo com seu cartão de 25 euros, lembrando que plea minha idade(40 anos) talvez não consiga esse card que tu falasse.
    3- os professores são bons?
    4 – eles enviam a carta de vínculo com a escola e a do alojamento? Sei que na França é bem mais simples, mas o excesso nesse caso não prejudica.
    5- na CROUS, posso hospedar algum por um fds, por exemplo. Tenho gente em Londres e gostaria de hospedá-los na CROUS, mesmo que fosse num espaço de 1 m2 hahaha
    Viu qta pergunta? ainda falta tua dica de qto levar pra cada mês e se devo tirar o visto pra ficar mais tranquilo caso deseje estender um pouco mais. Entretanto, tudo é tempo e tempo.
    Mais uma vez obrigado e de verdade, desculpa pela avalanche de perguntas( mais je suis à court des temps!1):)

    • Oi, Eduardo! Obrigada pelo comentário! :)
      1 e 2. Como falei no post, a Jussieu fica longe do centro (na verdade fica fora de Lyon, mas é tipo Olinda e Recife), mas é supertranquilo de transporte público, inclusive à noite nos fins de semana o ônibus noturno para na porta. Enquanto tem transporte público normal é supertranquilo voltar, não tem perigo. Não sei como é pra voltar pra Allix depois que os funiculares e ônibus normais param de circular, mas ela fica dentro de Lyon e mais perto do centro, só que um pouco complicada de chegar porque fica numa colina… Eu só fui na Allix uma vez. Ela é maior e acho que é mais antiga, mas a maioria dos brasileiros fica lá (pelo menos os que vão fazer intercâmbio universitário) e gosta. Acho que é um pouco mais agitada/barulhenta também, mas são vários blocos de prédios, então depende um pouco… O desconto é pra estudantes, não sei se tem limite de idade, mas você provavelmente pode descobrir no site da http://www.tcl.fr :) Mesmo se for pra pagar 50 e poucos euros acho que vale a pena, porque a cidade é razoavelmente grande e (principalmente no inverno) acredito que você vai usar bastante o transporte público. Uma opção é passar uns dias sem e ver se você considera necessário… Sobre chegar e procurar apto, acho que pode ser um pouco difícil nessa época pra curta duração. Eu começaria a procurar online, deve haver sites de aluguel de apto por lá (não conheço nenhum, mas o amigo Google deve conhecer hehe).
      3. Os meus professores foram ótimos, mas não tenho como garantir que os seus vão ser também :P Suponho que não deve haver nenhum muito ruim, porque a escola é bem organizada e tal.
      4. Como falei em um comentário acima (você pode ler o que o pessoal perguntou antes, pra saber mais), “Eles mandaram uma confirmação por e-mail do pagamento e também um certificado de inscrição e de alojamento por e-mail e por correio” :)
      5. Que eu me lembre, teoricamente não pode hospedar ninguém, mas também não tem controle, sabe? Recebi pessoas por três noites e não houve problemas :) Mas só recomendo receber gente se você não tiver “frescura” e/ou tiver intimidade com a pessoa, porque o espaço é bem pequeno mesmo :P

      Em relação a quanto levar por mês acho muito difícil dizer, porque isso vai dos gastos de cada um. Se você quiser comer em restaurante, custa pelo menos 10 euros. Se comprar comida no supermercado ou for no restaurante universitário, dá pra gastar menos de 4 euros. Uma cerveja custa uns 5 euros, os transportes eu já falei… Fora isso depende do que você quiser fazer de passeios e tal.

      Sobre o visto, eu não sei informar com precisão sobre os trâmites porque nunca tirei pra França, mas acredito que com tão pouco tempo não é viável. Também acho meio desnecessário porque é burocrático, tem que pagar… Se você não quiser/puder passar muito mais de três meses, sugiro ficar dentro do limite de turista mesmo e poupar dor de cabeça :) Espero ter ajudado! Boa viagem!

      • EDUARDO RODRIGUES

        Luísa, boa tarde
        Primeiramente, desculpe por ter perguntado sobre coisas cujas respostas estavam em posts anteriores e tê-lo feita perder o tempo dando as mesmas respostas, mas de toda forma, muito obrigado.
        Claro que suas informações já ajudaram muito nessa fase final e corrida de contratação do curso.
        De toda forma, continuo com umas poucas dúvidas e gostaria de contar com sua paciência e atenção para tentar me ajudar.

        1- meu curso vai começar dia 02/12, por isso, enviei email pra Aliança perguntando algumas coisas antes de fazer o pagamento, mas não tive retorno. Assim , tenho algumas preocupações : devo chegar às 18:00 em Lyon e não sei como ficaria a orientação e as chaves( cartões) de acesso à CROUS( com quem pegaria? se chegar mais tarde, como entraria?);por ser inverno , receio ficar bestando pela rua no frio do cão. Minha reserva de hospedagem data de 01/12, pois posso conseguir fechar tudo até dia 30 e pegar passagem pro dia 30. Acha que devo pegar um hotel ou albergue pra esse dia?

        2- como tu sabe, as passagens correm risco de aumentar com o passar do tempo, por isso, já tendo certeza que vou, pensei em comprar logo amanhã os tickets , mesmo antes de executar o pagamento do curso e das taxas( acho que faço na segunda). Que acha? Vi que eles responderam bem rápido seus e-mails , mas não estou conseguindo esse retorno rápido e se nada acontecer até amanhã, dou uma ligada lá( vão sofrer pra me compreender hahaha).

        3- Veja se fiz algo diferente , ausente ou errado até agora: 1- criei a conta de email na Aliança, fiz as simulações, devo pagar até segunda e , pelo que entendi, só consigo fazer o “placement test” depois de pago. É isso mesmo? Vi que Larissa já fez o teste, mas ainda não pagou. Tu sabe como ela conseguiu acessar o teste antes de pagar? será que fiz algo de errado?
        Mais uma vez obrigado
        Eduardo

        • Oi, Eduardo! Sem problemas.

          1. No meu caso, cheguei antes do dia 1º e fiquei num hotel perto da CROUS Jussieu até o dia em que podia ir pra lá, daí pela manhã fui na recepção procurar o pessoal e depois voltei com a mala. Acredito que chegando a essa hora é meio complicado, até porque pode haver algum atraso na viagem. Se eu fosse você, reservaria uma hospedagem pra primeira noite pra descansar tranquilo e no dia seguinte ia lá resolver isso com calma :)

          2. Eu acho que é tranquilo… Enquanto eu tava lá, vi gente chegando sem nada certo e resolvendo tudo na hora. Provavelmente a procura é maior na época em que você vai do que em abril, então não tenho como te dar certeza de nada, mas eu acredito que não tem problema. O pior que pode acontecer é você ter que procurar outra escola pras primeiras semanas ou algo assim, eu suponho :)

          3. Infelizmente não lembro exatamente do processo, já que fiz isso há uns dois anos… Mas pra ficar tranquilo você pode realmente ligar pra lá, e se não quiser falar francês você ou outra pessoa que conhece podem falar em inglês também, que normalmente eles falam :)

          Um abraço!

          • EDUARDO RODRIGUES

            Luísa, mais uma vez obrigado

            è, estou achando que compro a passagem até domingo, pois receio que aumente de preço e ligo lá na segunda, em inglês , claro, pq o francês não está lá essas coisas.
            em paralelo já estou procurando outra escola, mas o preço da Alliança de dos alojamentos são imbatíveis.

            Valeu pela dica do hotel no dia da chegada!

            Tu sabe se há sport centre, academia com bons preços? Mesmo no frio e por questão de saúde, tenho que dar minhas carreirinhas, só não sei como fazer isso a 2 graus hahah
            Um abraço

          • Sei não, mas provavelmente tem! :) A cidade é grande… Talvez o pessoal da Alliance possa te informar. Boa sorte e aproveite!

  11. Joao

    Luisa, ja acompanha seu blog faz algum tempo, parabens pelo trabalho.

    Ontem recebi este post no email e fiquei interessado.

    O valor semanal deste curso de 16hs por semana, é o mesmo do noturno que aparece na tabela de 2014 ? 140 euros por session? Pra quem ta no nivel zero do Frances, da pra ir e comecar la ? acha que vale a pena?

    Obrigado.

    • Oi, João! Não sei informar sobre os valores atuais, já que eles são sempre atualizados. Mas se você escrever pra eles (pode ser em inglês), devem te informar melhor :) Dá pra ir e começar lá sim, mas pessoalmente acho mais interessante ter uma pequena base da língua antes…

      Obrigada pelo comentário! Um abraço :)

  12. Eduardo

    João,tudo bom?
    Como estou acompanhando o blog e vi sua pergunta, peço licença tb à Luísa para fazer alguns comentários que podem ser úteis na decisão de estudar na AF.
    1- Se vc é muito, muito básico e pretende passar menos que 4 meses, de verdade, não aconselho. A escola é boa, há professores bons,o nível de abordagem da gramática é muito bom, bem melhor do que tive oportunidade de ter na Aliança do Brasil, mas acho muito complicado fazer o básico aqui e explico o porquê.
    Os níveis de entendimento do idioma são bem distintos entre os alunos e,apesar da compatibilidade em termos de gramática , ao menos no nível que estou ( estou indo para o B2), o foco é gramática e escrita . Talvez o complicador seja mesmo a ausência de uma prova oral no nivelamento . Em Marseille, por exemplo, fiz uma prova de francês escrita mais simples que a da Aliança, mas se continuasse interessado a continuar naquela escola, eles fariam a prova oral por telefone. Achei válida a idéia.
    Hoje, um dos problemas que enfrento aqui e que de alguma forma Luísa alertou , é que há um nr razoável de asiáticos, outros espanhóis e o idioma é muito mal falado, dificultando inclusive de vc participar mais na aula , já que seus colegas não conseguem produzir.Não estimula !! No caso de Luísa que é bem avançado, aí sim, a coisa flui muito bem, mas até chegar no B2, acho um tanto precário
    Além disso, conversei com 2 cariocas que estavam no básico aqui e acharam complicado esse entrave que é normal no básico de qq idioma
    2. o valor do curso vc pega no site da própria AF de Lyon e para tanto, tu já pode fazer teu cadastro no site deles, pq tu navega entre mais espaços.
    Se tu precisar de algo e eu puder ajudar, é só falar.
    Abraço

    • joao

      Obrigado Eduardo e Luisa, acabei confundindo e escrevi em 2 posts diferentes, de puder confirmar os valores no outro que perguntei.

      Desanimei um pouco Eduardo porque sou zero…rs em Ingles e Frances. Eu fiquei desempregado agora entao pensei em ir em Marco, sera que se comecasse um cursinho aqui no Brasil agora, estudando em Janeiro e Fevereiro,ja melhoria alguma coisa ?

      • Oi, João! A maioria dos cursos oferece intensivo em janeiro, e em fevereiro você poderia ter aulas com um professor particular, por exemplo. Já que você não está trabalhando, acredito que com disposição dá pra aprender muito em dois meses. Se é isso mesmo que você quer, acho muito válido :)

        • joao

          Sim. Luiza eu pensei nisto mesmo.

          Os precos dos cursos na AF Lyon sao estes mesmo que vi aqui :http://www.aflyon.org/medias/Tarifs-2014-web.pdf um curso de 2 meses 20hs por semana ficaria em 1144 euros + 50 tx matricula e a moradia – Residence Jussieu
          Quarto com WC privado e chuveiros € 246 por mês? Eu gastaria com o curso e hospedagem pra 2 meses uns 1,700 euros? Quanto mais de gasto voces estimam com transporte e alimentacao por mes ?
          Obrigado.

          • Oi, João! Os preços da AF são os que constam no site sim. Sobre os gastos com alimentação, eu mencionei nesse post aqui: https://janelasabertas.com/2013/12/11/faq-frances-na-alliance-francaise-de-lyon/. Depende muito dos seus hábitos, mas resumindo, se você comer na residência dá uns 10 euros/dia, se comer fora em lugares baratos uns 30 euros/dia, mas pode chegar ao infinito se você resolver ir nos restaurantes do Paul Bocuse, por exemplo ;) Sobre os transportes, tem os preços aqui: http://www.tcl.fr/Tarifs/S-abonner O cartão ilimitado mensal custa 56,20 euros ou 28,10 pra estudantes (quem é da AF Também tem direito).

          • joao

            O Eduardo, que esta por la deve saber,eu tambem ja sou mais velhinho 38 anos, estudante nesta idade tem direito a estes descontos no transporte e outros lugares?

          • Eduardo

            Fala João, tudo bem? Animado então para vir a Lyon? Que bom!! A Cidade é muito bacana!
            Infelizmente não pegamos esse desconto de passagens e outros mais, mas mesmo assim, esse cartão que Luísa cita é muito útil e bem mais em conta que ter de pagar 1,70 euros de tram ou valor maior em metrô só de uma passagem. Tirá-lo é muito simples e se vc vier, mando ainda maiores detalhes.
            Sobre custo de vida, tenho algumas ressalvas! Eu , por ter uma alimentação um pouco mais restrita, estou me lascando com alimentação, mas arrumei outras formas de baratear, como por exemplo, comer no restaurante Universitário de Jussieu, onde o almoço sai por R$ 3,05 e quem é aluno da AF pode ter acesso, desde que faça a carteira e tenha um cartão de crédito .
            A comida tem certa qualidade e pra quem pode comer de tudo, considero até boa. Hoje, por exemplo, havia uma pizza bonita da gota lá e eu tentando comer folha hahah.São sempre opções de saladas, legumes, uma carne, sobremesa à vontade e pão, como tudo aqui na França.
            Também comer na rua ou comprar comida pronta é uma boa, pois os preços são bem melhores que os dos restaurantes. Nos primeiros dias, como estava me adaptando, almocei e jantei por 10 a 15 euros, isso , claro, sem nem pensar ainda em ir em Paul Bocuse. Isso, deixo para o final e se não tiver no vermelho.
            POde perguntar e se demorar, é por causa da qualidade da internet da residência que nem sempre consegue ser estabelecida
            Abraço

          • joao

            Valeu Eduardo, obrigado!! Ainda estou amadurencendo a ideia, mas tenho que resolver no maximo ate janeiro pra onde vou…rs
            Voce fica ai ate quando mesmo ?

          • Eduardo

            João, espero que tome a melhor decisão, pois estamos em situação bem parecida! Acho que fiz o certo!
            Fico até começo de março,mas se eu conseguir me aplicar a um curso d’affaires aqui, estendo esse tempo.
            Qualquer coisa é só falar!! maior prazer em ajudá-lo no que for! Vc é de onde?

          • joao

            Eduardo, sou mineiro de Belo Horizonte !
            Desculpe a ignorancia risos, mas o que é este curso d’affaires ?
            Voce ja estudava Frances no Brasil ha quanto tempo?

  13. Eduardo

    João, é um curso na área de negócios.
    Sim, estudei o básico e começo de intermediário na AF da minha cidade, depois parei por 3 anos e voltei agora!
    Abraço

    • joao

      Negocios, interessante, voce tem um skype iou email pra trocarmos ideias e informacoes?

      • Eduardo

        Sim, mineiro, anota aí meu skype e manda as ordens. Mas olha, fico pouco em casa e nesse período, estou correndo como um louco pra definir meu natal e meu reveillon.
        Ninguém merece ficar nesse quarto de 2 metros quadrados nessa data e ainda mais só, pq todo mundo volta às suas cidades ou viaja nessa época.
        skype :eduardo.rod.lima
        Abraço

        • joao

          Ok.obrigado.

  14. Mauricio

    Luisa, tenho acompanhado o teu blog com as dicas sobre Lyon há alguns meses.Também estarei na AFL a partir de janeiro. E graças às tuas dicas e respostas, consegui ter uma ideia geral da vida que terei por lá. Só tenho a te agradecer e desejar um grande 2014. À bientôt.

    • Que bom, Maurício! :) Fico muito feliz com seu comentário. Aproveite muito Lyon! Um abraço e bom 2014 pra você também.

  15. Marina

    Oi Luisa, sou de recife também e estou planejando fazer um curso de francês em lyon, mas tenho uma dúvida: a maioria dos lugares cobra por semana, e eu pretendo ir pra passar um mês e 3 semanas, é possível isso na Alliance ou tenho que pagar o mês inteiro de todo jeito? Muito obrigada!

  16. Juliana

    Oi, Luisa!
    Seu post me ajudou muuuuuuito!! Quero ir pra Lyon em janeiro, mas só consigo ir se for com essa opção de moradia em residência estudantil. Sabendo que a AF é a única escola que tem convênio com as residências, é quase certo que vou fechar minha viagem com eles.

    Tenho algumas perguntas pra vc: quanto tempo você ficou em Lyon? Conseguiu evoluir bastante na língua esse período que vc ficou? E em relação à inscrição na residência estudantil, nós fazemos pelo site do CROUS ou a AF faz essa ponte?

    Obrigada!

    • Luísa Ferreira

      Oi, Juliana! Que bom que te ajudou, fico feliz :) A Alliance é uma boa escola e é superconhecida, então acho uma boa opção mesmo (além do custo-benefício da hospedagem). Fiquei dois meses e consegui evoluir sim, apesar de que já tinha estudado por 5 anos e tinha o nível C1, mas consegui muito mais naturalidade e confiança na língua enquanto tava lá. A inscrição é com a AF mesmo :) Tem mais informações aqui nesse post, não sei se você viu: https://www.janelasabertas.com/2013/12/11/faq-frances-na-alliance-francaise-de-lyon/ (e nos comentários também). Um abraço!

  17. nicole

    Luisa tudo bem? voce acha melhor comprar o curso ao chegar em lyon ou deixar tudo preparado antes? voce sabe se da para ir como visitante e pegar o visto de estudante em lyon? beijos

    • Luísa Ferreira

      Oi, Nicole! O ideal é ter tudo certinho antes de ir mesmo, pra garantir que você vai conseguir a turma e a acomodação desejadas. Caso você vá passar mais de 90 dias, até onde eu sei é necessário tirar o visto de estudante aqui no Brasil ainda, e pra isso você precisa dos comprovantes de pré-inscrição no curso. Mas você pode se informar mais sobre isso junto ao Consulado da França :) Beijo

  18. Eduardo Paiva

    Luiza, parabéns pelo seu blog muito interessante. Já conheço Lyon e compartilho com a sua admiração.

    Achei que os preços em Lyon são muito menores que Montpelier, outro destino de francês para estrangeiros, além de ser mais central, fácil de ir a Paris, Suíça e mesmo para a Alemanha. Tenho amigos que moram na região de Freiburg.

    Tenho 65 anos, sou engenheiro, casado, mas neste caso vou sozinho, já falo um francês nível avançado, estudei no Brasil sempre com professores nativos, mais de 300 horas, mas necessito morar um tempo morando no exterior para para consolida-lo. Ano que vem vou ter o meu período sabático, antes de começar um novo projeto, quando pretendo viajar muito e, finalmente, poder dizer que sou fluente em francês como sou em ingles e espanhol.
    Pretendo ficar estudando uns 45/60 dias, antes de ficar em férias com minha esposa e visitar Moscou para reunião de trabalho.
    O que você recomendaria na Alliance? Como é o processo de matricula e seleção?
    Quanto a acomodação, acho que vou alugar um studio. Antecipadamente agradeço. Um abraço do Eduardo.

    • Luísa Ferreira

      Oi, Eduardo! Essas vantagens que você falou são bem verdade mesmo, concordo totalmente :) E seus planos parecem excelentes!
      A matrícula é feita online e o processo é bem simples. No site deles (http://www.aflyon.org/) dá pra ver as opções de cursos e preços e também o e-mail pra entrar em contato e sanar eventuais dúvidas. Não sei se você já viu também esse outro post em que falei sobre minha experiência lá, tirando dúvidas comuns dos leitores do blog. As perguntas dos comentários talvez te ajudem também: https://www.janelasabertas.com/2013/12/11/faq-frances-na-alliance-francaise-de-lyon/

      Um abraço!

  19. Larissa

    Luisa, pretendo ir para Lyon em julho e seu blog me ajudou muito :) Faço curso de francês há 1 ano e estou indo para o nível A2, você acha que ainda é muito cedo para fazer intercâmbio?

    • Oi, Larissa! Que bom que ajudou :) Se você já se sente confiante pra ter algumas conversas básicas, acho que não :) Quanto tempo você pretende passar lá?

  20. Maria Eduarda

    Oi, Luisa, tudo bom? Eu estou indo para Lyon dia 1 de agosto e estou vendo tudo em cima da hora… De fato a AF foi a opção mais barata, mas estou um pouco receosa de pagar tudo pelo site e eles não parcelam, né? Você só pagou tudo pelo cartão de crédito? E ah, no caso não daria tempo para chegar nada pelo correio, então eu só teria o e-mail mesmo, você acha que teria algum problema? Você chegou lá e descobriu onde moraria ou eles te enviam o endereço antes? Eu não vi a opção de escolher banheiro privativo ou comunitário… Enfim, muito obrigada e desculpa o turbilhão de perguntas, haha

    • Oi, Eduarda! Eu paguei pelo site mesmo e foi tranquilo :) Acredito que a confirmação por e-mail é suficiente sim, até porque eles vão ter seus dados e você vai levar documentos pra provar que é você mesma :D Mas podes escrever pra eles perguntando sobre isso só pra ficar mais tranquila. Me informaram o endereço antes e na época em que eu me inscrevi, na hora de pagar a taxa administrativa do serviço de hospedagem, tinha essa opção do banheiro… Não sei se algo mudou desde então. Não sei se você já viu esse outro post e os comentários nele, onde respondi a outras perguntas que podem te ajudar: https://www.janelasabertas.com/2013/12/11/faq-frances-na-alliance-francaise-de-lyon/
      Eu vi gente chegando lá e se matriculando e pagando o curso na hora pra começar na semana seguinte, então pra as aulas acho que não tem tanto estresse, mas pra quem vai passar pouco tempo e quer se hospedar através da AF é melhor garantir antes de ir mesmo :)

      Boa sorte!

  21. tayna

    Oi , Lu boa noite , cara eu fiquei bastante empolgada com seu pots sobre sua experiencia em Lyon , preciso saber se no caso eu pagar a passagem , é muito caro? pois não tenho Instituição que me banque , eu vou ficar sempre olhando seu blog pois estou querendo fazer intercambio , e preciso de sua ajuda , pois não pode onde começar .

  22. tayna

    poderia me passar seu email ? por gentileza

  23. Luan

    Olá Luísa
    Muito bom o seu blog e com diversas dicas e conselhos, estou desdo inicio da semana lendo seus posts.
    Gostaria de perguntar se por acaso em Lyon enquanto se esta estudando o idioma, é possível conseguir ou ao menos se candidatar a vagas de empregos de curto prazo, como garçom, babá, e outros desse tipo, ou se não é permitido nem estes quebra galhos para estrangeiros.
    E se é possível ter um estudo de qualidade mesmo tendo um nível muito baixo no idioma.
    Desde já, muito obrigado.

    • Oi, Luan! Que legal que você gostou do blog, obrigada! ^^ Teoricamente não é permitido trabalhar, mas talvez você encontre algum emprego informal, sim. Quando eu estava lá, conheci estrangeiras que trabalhavam com esses empregos que você falou (garçonete e babá). Não acho que seja fácil, especialmente enquanto você não fala bem francês, então não viajaria contando com isso, sabe? Mas talvez, depois de se organizar por lá, você consiga algo. :) Sobre os estudos, tudo depende da sua dedicação! Eu tentaria avançar o máximo possível no idioma antes de viajar pra me sentir mais segura chegando lá, mas o que realmente faz avançar é seu esforço pra conversar com as pessoas, revisar o que foi visto em aula, prestar atenção em tudo que escuta e lê pelas ruas etc. Essas dicas aqui podem te ajudar, não sei se você já viu: https://www.janelasabertas.com/2015/02/09/intercambio-um-mes/

      Um abraço e boa sorte!

Deixe o seu comentário