França

FAQ: Francês na Alliance Française de Lyon

Desde que eu publiquei este post falando sobre minha experiência estudando francês na Alliance Française de Lyon, na França, um monte de gente me procurou com dúvidas sobre a escola, as acomodações e a cidade. Pra facilitar o acesso às informações, resolvi montar um post compilando as perguntas mais frequentes que me fazem sobre o assunto e as respectivas respostas :)

Eu passei dois meses tendo aulas na AF e escolhi ir pra lá por causa da boa reputação e do bom preço (somando curso + acomodação em residência universitária). Fiz a matrícula e o pagamento online e deu tudo certo ;) Se você tá pensando em estudar lá também e tem alguma dúvida, primeiro lê o post anterior, depois lê abaixo o que o pessoal já perguntou e, se não tiver sido respondido, se joga aí nos comentários! Pra mais dicas práticas e informações sobre o que fazer em Lyon, clique aqui.

Eu bem jegue na frente da AF

Eu bem jegue na frente da AF

Sobre a escola

– Qual a confirmação que a Alliance Française manda quando você se inscreve pelo site?

Eles me mandaram por e-mail uma confirmação do pagamento e um certificado de inscrição e de alojamento. Esses dois últimos também foram enviados por correio.

– Tem alguma outra escola com esse esquema de residências públicas (CROUS)?

Que eu saiba, só quem tem esse acordo com as residências públicas é a Alliance mesmo, mas posso estar enganada. Se alguém souber de outra, avisa aqui!

– Encontrei outras escolas mais baratas. Vale a pena ir pra Alliance?

A AF é bem mais barata do que as opções que encontrei pelas agências de intercâmbio do Brasil. Uma grande vantagem em termos financeiros é a possibilidade de se hospedar numa das residências universitárias, que cobram preços bem abaixo da média. De quebra, é possível conhecer gente e tal :) Achei a escola bem organizada e tive bons professores.

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

– Os professores são bons?

Os meus foram ótimos, mas não tenho como garantir que os seus vão ser também ;) Suponho que não deve haver nenhum muito ruim, porque a escola é bem organizada e o pessoal da coordenação é sério. Se você tiver problemas, pode tentar trocar de turma – eles são razoavelmente flexíveis com isso, desde que haja vagas.

– “Vi que você fazia o curso das 9 às 12h, o de 60h. Como você conseguiu visto de estudante com essa carga horária? O mínimo exigido pelo consulado é de 20h semanais”.

É porque eu não tirei visto. Preferi ir como turista e ficar na Europa por apenas três meses, porque o processo pra tirar visto de estudante é um pouco trabalhoso e eu não pretendia passar muito mais tempo do que isso mesmo. Mas fora esse básico de 15h semanais, tem várias opções de aulinhas extras (conversação, gramática, pronúncia) que você pode colocar pra chegar em 20h/semana.

Meu prédio na residência Jussieu

Meu prédio na residência Jussieu

Sobre a residência

– Como você fez para reservar o quarto na residência Jussieu, do CROUS? A reserva é feita pela Aliança ou por você?

Foi pela Alliance mesmo. Também é possível ficar com uma família ou num studio. As informações estão neste link. Alguns dos documentos informativos que eles enviam estão em francês e inglês.

– Entre as residências André Allix e Jussieu, qual você considera melhor?

A diferença principal é que nos quartos da Allix disponíveis pra AF os banheiros são compartilhados e na Jussieu você tem um mini banheiro no quarto, por isso eu escolhi ela – que, consequentemente, é um pouco mais cara. Eu só fui na Allix uma vez. Ela é maior e mais antiga (mas alguns prédios têm sido reformados), só que muitos brasileiros que vão fazer intercâmbio universitário ficam lá e gostam. Acho que é um pouco mais agitada/barulhenta também, mas são vários blocos de prédios, então depende. Como não morei lá, não posso fazer uma comparação precisa. A Jussieu é mais longe (fica em Villeurbane, cidade coladinha com Lyon, no quarteirão universitário), mas achei tranquilo porque tem transporte na frente. Tem ônibus normal pra Allix até meia-noite e depois a ligne de nuit (de quinta a sábado), assim como pra Jussieu. A Allix fica dentro de Lyon e portanto bem mais perto do centro do que a Jussieu, ainda que um pouco complicada de chegar, porque fica numa colina.

– No seu quarto na Jussieu tinha wi-fi?

O wi-fi não pegava no meu prédio, porque ele era o mais perto da rua, então eu tive que comprar um cabo pra usar a internet através dele. Enquanto eu não comprava, o pessoal da recepção me emprestou um. A conexão era boa. Nos outros prédios acho que pegava o wi-fi :) Você deve pagar 6 euros por mês pela internet.

– E preciso levar roupa de cama e utensílios de cozinha?

Você pode levar seus lençóis ou alugar lá, por 10 euros por mês (nesse caso, eles trocam a cada mês). A cozinha é coletiva e você precisa comprar/levar seus próprios utensílios (panelas, talheres, pratos etc).

– Quais são os outros gastos referentes à residência, fora o aluguel?

Pra reservar a residência, atualmente (dezembro de 2013) é preciso pagar uma taxa de 60 euros. Também se exige uma caução, equivalente ao aluguel de um mês, que é devolvida no final da estadia (procedimento padrão em vários lugares). Além disso, é preciso fazer um seguro pra o quarto (contra acidentes tipo incêndio e inundação), mas quando você chega lá eles explicam onde ir e como fazer isso. Tem uma agência de seguros pertinho da Jussieu. O aluguel deve ser pago na recepção entre o dia 1º e o dia 10 de cada mês.

– Como posso lavar minhas roupas?

Tem uma lavanderia coletiva nas residências, tipo de filme americano hehe. Você pode lavar e secar as roupas lá, pagando com moedas. Na minha época (abril de 2012) ela abria de 8h a 23h e cobrava 3€ pela lavagem e 1€ pela secagem.

– Posso hospedar alguém na residência?

Pelo regulamento, não. No entanto, na Jussieu não vi nenhum controle. Recebi pessoas por três noites e não houve problemas :) Mas só recomendo hospedar alguém se você não tiver “frescura” e/ou tiver intimidade com a pessoa, porque o espaço é bem pequeno mesmo.

– Tem alguém pra limpar o quarto?

Você deve limpar seu próprio quarto. Antes de ir embora, deve fazer uma faxina geral de acordo com instruções dadas por eles (você pode pedir os produtos de limpeza emprestados), senão precisa pagar uma taxa de limpeza. As áreas comuns são limpas pelos funcionários. Você deve tirar seu lixo e colocá-lo nas lixeiras fora do prédio.

Meu quarto assim que eu cheguei

Meu quarto assim que eu cheguei

– Devo chegar em Lyon à noite e não sei como ficaria a orientação e as chaves de acesso à CROUS. Será que é melhor eu ir pra um hotel?

Quando você fizer a reserva, eles vão informar o horário da secretaria da residência. Na minha época, era das 8h às 16h de segunda a sexta. Eu cheguei antes do dia 1º do mês, então fiquei num hotel perto da CROUS Jussieu até o dia em que podia ir pra lá. Pela manhã, fui na recepção procurar o pessoal pra resolver as burocracias e pegar a chave e depois voltei com a mala. Acredito que chegando à noite é meio complicado, até porque pode haver algum atraso na viagem. Eu reservaria uma hospedagem pra primeira noite pra descansar tranquila e no dia seguinte ia lá resolver isso com calma, mas você pode escrever pra eles perguntando qual é o procedimento recomendado. Por exemplo, eles dizem que se você for chegar durante o fim de semana deve ligar pra residência com antecedência.

– Ao chegar em Lyon, é melhor ir de transporte público ou táxi da Part-Dieu (estação onde para o trem que vem do aeroporto) até Jussieu?

Você pode pegar o tramway na Part-Dieu (o T1 na direção IUT Feyssine e desce na parada INSA-Einstein, que fica na frente da residência). Mas como você vai estar com malas, depende da sua disposição… Eu peguei táxi quando cheguei na Part-Dieu porque fui exagerada e levei duas malas, então ficaria complicado. Não lembro quanto deu, mas acredito que foram uns 40 euros. É salgado, mas vai de cada um pesar se a economia vale a pena :) Tem barato que sai caro, né?

– Tem supermercado perto da Jussieu?

Mais ou menos. Tem um Carrefour a uns 10 minutos a pé, mas como eu achava chato ir andando carregando as compras, normalmente preferia ir em algum supermercado pelo centro e pegar o tramway, porque tinha direito a transporte ilimitado e a parada da Jussieu é bem em frente à residência.

– A Jussieu fica longe do centro?

É um pouco longe do centro sim, mas se você tiver com pressa pode descer do tramway no meio do caminho e pegar um metrô, por exemplo (o passe de transporte mensal dá direito a viagens ilimitadas em toda a rede). O que eu fazia muitas vezes era sair pra aula pela manhã e só voltar à noite :)

– Como ir da Jussieu até a Alliance e voltar?

Basta pegar o único tramway que passa por Jussieu. A parada se chama INSA-Einstein e a linha é a T1. Eu pegava no sentido Montrochet e descia em Liberté (é a parada antes da Guillotière, que é bem central, e a AF fica mais ou menos no meio do caminho entre as duas), e pra voltar pegava no outro sentido (IUT Feyssine). Tem as informações sobre os transportes aqui.

O enorme banheiro da Jussieu

O enorme banheiro da Jussieu

Sobre a cidade

– A alimentação em Lyon é muito cara? Você acha que, sem exageros, daria para se alimentar de uma forma legal com quantos euros por dia?

Depende de onde você come. Café da manhã e jantar eu sempre fazia em casa, comprando pão, cereal etc. no supermercado (tem um frigobar no quarto), mas lembre-se que você terá que comprar seus utensílios de cozinha, se for pra uma das residências da CROUS. Esse tipo de coisa não sai muito caro nos supermercados por lá, então eu comprei o básico e deu pra desenrolar. Tem cozinha comunitária e às vezes eu voltava pra lá depois da aula pra almoçar, mas como não queria perder tempo costumava almoçar coisas prontas, que podiam ser muito baratas – por exemplo, todo supermercado vendia uns raviolis e outras massas em lata por menos de 1 euro, e eram bem gostosinhos (devem ser ruins pra saúde, mas era por pouco tempo :P). Outra opção é almoçar no Restaurante Universitário; quando eu tava lá, o almoço custava um pouquinho mais de 3 euros, mas tinha o inconveniente de precisar pagar com o dinheiro exato (porque o pessoal da universidade tem um cartão que carrega e usa pra isso, e aluno da AF não tem, e eles não dão troco). Se você comer em casa ou no RU e não comprar sempre coisas “especiais” (tipo queijos caros) é difícil gastar mais de 10 euros com as três refeições do dia. Pra comer na rua você pode comprar sanduíches ou buscar as “formules”, que são prato + sobremesa ou prato + entrada ou os três, e normalmente custam entre 10 e 15 euros. No Vieux Lyon tem algumas opções legais, como o Le Laurencin, do qual eu falei aqui.

– Tem algum ticket de transporte que valha ilimitado por um mês?

Tem sim, e estudantes (inclusive da Alliance) têm desconto. Falei dele aqui.

– É tranquilo usar o transporte público à noite?

Nas partes da cidade onde você provavelmente vai circular com mais frequência, é bem tranquilo andar de tramway e ônibus normais enquanto eles estiverem funcionando. No fim de semana, quando funciona o Pleine Lune, o ônibus noturno que eu mencionei no post sobre transportes, também é bem tranquilo voltar de madrugada. A frequência é baixa, mas a parada é na frente da Jussieu também e não é perigoso.

– A cidade é segura?

Não circulei muito pela periferia, mas nas regiões onde os estudantes costumam andar costuma ser tranquilo. No centro, na região de Guillotière, é bom ficar ligado à noite. Passei uns sustinhos e uma amiga teve o celular roubado por um cara que passou correndo e puxou ele da mão dela :/ Não é tão seguro quanto uma cidade menor como Valladolid, mas nada de mais pra quem tá acostumado com o Brasil. Dá pra sair sozinho à noite, é só não dar bobeira :)

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

69 Comentários

  1. Amanda

    que joia, Lu! Indiquei esse post pra um amigo meu que se interessa por curso de francês fora… acho que o problema dele seria apenas o tempo, visto que, acredito, ele fará durante as férias, 30 dias. Mas acho que tem, né? Minha escola da Espanha tinha curso pra quantas semanas a gente quisesse! Enfim, tá muito bacana teu blog, Lulica! Beijo

    • Que bom que tás curtindo, Mandy! Fico muito feliz :) Dá pra fazer curso em 30 dias sim! Diz a ele que qualquer dúvida é só chegar por aqui. Beijo!

  2. Amanda

    que joia, Lu! Indiquei esse post pra um amigo meu que se interessa por curso de francês fora… acho que o problema dele seria apenas o tempo, visto que, acredito, ele fará durante as férias, 30 dias. Mas acho que tem, né? Minha escola da Espanha tinha curso pra quantas semanas a gente quisesse! Enfim, tá muito bacana teu blog, Lulica! Beijo

    • Que bom que tás curtindo, Mandy! Fico muito feliz :) Dá pra fazer curso em 30 dias sim! Diz a ele que qualquer dúvida é só chegar por aqui. Beijo!

  3. anelizee

    fiz dois meses em Montpellier, na Accent Français, lá a AF era mais cara até e essa escola estava super bem falada , gostei bastante , ela tem os mesmos esquemas da AF de moradia e a cidade é linda :) fiz um post no meu blog como o seu…Ai ai, saudades da França hehe! beijo!

    • Massa! Fica a dica pra quem quiser ir mais ao sul ou preferir uma cidade menor :D Conheci Montpellier e adorei também! Na época, a AF de Lyon era a mais barata de todas da França, não sei hoje em dia… Saudades também, haha! Beijo

  4. anelizee

    fiz dois meses em Montpellier, na Accent Français, lá a AF era mais cara até e essa escola estava super bem falada , gostei bastante , ela tem os mesmos esquemas da AF de moradia e a cidade é linda :) fiz um post no meu blog como o seu…Ai ai, saudades da França hehe! beijo!

    • Massa! Fica a dica pra quem quiser ir mais ao sul ou preferir uma cidade menor :D Conheci Montpellier e adorei também! Na época, a AF de Lyon era a mais barata de todas da França, não sei hoje em dia… Saudades também, haha! Beijo

  5. Eduardo

    Luísa, tudo bem?
    Sue blog está ficando cada vez melhor e gostaria de reforçar o qto foram úteis TODAS suas dicas para minha vinda a Lyon,
    Infelizmente, pela mesma dificuldade de internet que você teve, fiquei meio out e acessando rapidamente na AF, sempre nos intervalos e mesmo pagando os 6 euros, no meu bloco, a net é bem lenta( F) e houve um bug geral , impedindo-nos de acessar desde sexta passada até hoje.
    Estou gostando muito de Lyon e acho que Jussieu, apesar de ser mais distante e transporte, tem a facilidade de possuir o TRAM a todo momento, coisa que é mais complicada para quem fica nessas outras residências.
    O quarto, bastante pequeno, mas funcional e compartilho apenas a cozinha, pois, na última hora, consegui um quarto com toillete privado .
    Ainda sobre Jussieu, atenção apenas para os estudantes que chegarão em fds ou mesmo após 20:00 h , minha situação, pois os funcionários têm um pausa de mais ou menos 20 minutos, em geral após 20:40, então, nada de se desesperar, mesmo que sob um frio de -2 graus hahaha
    Jussieu é organizada e felizmente tenho bom contato com pessoas do escritório, consideradas complicadas por muitos estudantes que conversei do prédio( Dani,a responsável por receber R$, emitir atestado de moradia, sempre é muito sorridente e educada, brincalhona , o que me faz crer de não se tratar de uma francesa puro sangue hahaha)
    A AF tem bons professores, ao menos os que peguei nesse mês e as aulas são densas na parte gramatical, inclusive com uma abordagem mais arrojada que a própria AF de Recife, por exemplo. BTW, o livro me parece mais técnico e destinado tb aos DELFs da vida.( estudei ainda com o antigo tout va bien).
    Infelizmente estou estudando à tarde e achei que fosse muito complicado, mas há suas vantagens, como por exemplo, uma turma pequena em que se aproveita mais na interação alunos x alunos e professores. De toda forma, garanti vaga na turma da manhã do B1-2 e B1-3 e se não gostar, não devo ter dificuldade de mudar novamente para tarde
    A pessoa responsável pela hospedagem , Anais Burnichon , é muito bacana/solícita e sempre me orientou qdo precisei. Um parênteses apenas para uma senhora bastante mal humorada que fica no atendimento, na verdade nem sei sua função, mas tentei ver com ela um novo teste de nível( minha turma é um pouco lenta) e recebi uma resposta bastante grosseira, mas mesmo sendo meu primeiro dia, consegui responder ou me fazer entender como queria( ora, estamos pagando e temos algum direito).
    O frio está bem intenso em Lyon, mas nada de neve ainda. Aconselho bons casacos para esse período, pois, até onde percebi, a cidade é muito mais fria do que algumas cidades ingleses e venta tanto qto Paris. Ah, se conseguirem bons preços no Brasil, comprem sem medo, pois até janeiro,época das promoções na França, as coisas estão muito caras, em especial roupas, material escolar, sapatos, etc. Tragam caderno e caneta , pois aqui é bem caro. Arrependo-me de naõ ter trazido mais casacos e pelo visto, não devo comprar tão cedo
    Por fim, tive a oportunidade de passar a maior festa de Lyon , a fête des lumières , uma comemoração interessante, com um grande apelo visual, meio over em alguns momentos, mas que anima e traz milhares de franceses e estrangeiros para a cidade, deixando-a mais viva.
    Luisa, mais uma vez , valeu por toda força na minha vinda e indico seu blog a qualquer pessoa que deseje vir a Lyon, pois em nenhum outro lugar dessa internet haverá um tutorial tão completo sobre o assunto Lyon x estudar francês.
    Fico aqui até março e se alguém precisar de algo de Lyon, faço questão de ajudar
    Um abraço e meu 25 OBRIGADO.
    .

    • Que coisa boa saber de você, Eduardo! Fico feliz por estar tudo dando certo. Realmente, Anais foi muito solícita comigo também, ainda que só tenha falado com ela por e-mail. Encontrei algumas pessoas meio de má vontade tanto na Alliance quanto na Jussieu, mas acho que é assim em todo canto mesmo e faz parte, né? Muito boas suas dicas, obrigada! Espero que ajudem outras pessoas :) A Fête des Lumières parece ser incrível mesmo. Infelizmente não tive a oportunidade de presenciá-la, mas tá na lista pra o futuro ;) Obrigada pelos elogios e por compartilhar o blog! Aproveite o resto da sua estadia e boa sorte com o frio! Um abraço.

  6. Eduardo

    Luísa, tudo bem?

    Sue blog está ficando cada vez melhor e gostaria de reforçar o qto foram úteis TODAS suas dicas para minha vinda a Lyon,

    Infelizmente, pela mesma dificuldade de internet que você teve, fiquei meio out e acessando rapidamente na AF, sempre nos intervalos e mesmo pagando os 6 euros, no meu bloco, a net é bem lenta( F) e houve um bug geral , impedindo-nos de acessar desde sexta passada até hoje.

    Estou gostando muito de Lyon e acho que Jussieu, apesar de ser mais distante e transporte, tem a facilidade de possuir o TRAM a todo momento, coisa que é mais complicada para quem fica nessas outras residências.

    O quarto, bastante pequeno, mas funcional e compartilho apenas a cozinha, pois, na última hora, consegui um quarto com toillete privado .

    Ainda sobre Jussieu, atenção apenas para os estudantes que chegarão em fds ou mesmo após 20:00 h , minha situação, pois os funcionários têm um pausa de mais ou menos 20 minutos, em geral após 20:40, então, nada de se desesperar, mesmo que sob um frio de -2 graus hahaha

    Jussieu é organizada e felizmente tenho bom contato com pessoas do escritório, consideradas complicadas por muitos estudantes que conversei do prédio( Dani,a responsável por receber R$, emitir atestado de moradia, sempre é muito sorridente e educada, brincalhona , o que me faz crer de não se tratar de uma francesa puro sangue hahaha)

    A AF tem bons professores, ao menos os que peguei nesse mês e as aulas são densas na parte gramatical, inclusive com uma abordagem mais arrojada que a própria AF de Recife, por exemplo. BTW, o livro me parece mais técnico e destinado tb aos DELFs da vida.( estudei ainda com o antigo tout va bien).

    Infelizmente estou estudando à tarde e achei que fosse muito complicado, mas há suas vantagens, como por exemplo, uma turma pequena em que se aproveita mais na interação alunos x alunos e professores. De toda forma, garanti vaga na turma da manhã do B1-2 e B1-3 e se não gostar, não devo ter dificuldade de mudar novamente para tarde

    A pessoa responsável pela hospedagem , Anais Burnichon , é muito bacana/solícita e sempre me orientou qdo precisei. Um parênteses apenas para uma senhora bastante mal humorada que fica no atendimento, na verdade nem sei sua função, mas tentei ver com ela um novo teste de nível( minha turma é um pouco lenta) e recebi uma resposta bastante grosseira, mas mesmo sendo meu primeiro dia, consegui responder ou me fazer entender como queria( ora, estamos pagando e temos algum direito).

    O frio está bem intenso em Lyon, mas nada de neve ainda. Aconselho bons casacos para esse período, pois, até onde percebi, a cidade é muito mais fria do que algumas cidades ingleses e venta tanto qto Paris. Ah, se conseguirem bons preços no Brasil, comprem sem medo, pois até janeiro,época das promoções na França, as coisas estão muito caras, em especial roupas, material escolar, sapatos, etc. Tragam caderno e caneta , pois aqui é bem caro. Arrependo-me de naõ ter trazido mais casacos e pelo visto, não devo comprar tão cedo

    Por fim, tive a oportunidade de passar a maior festa de Lyon , a fête des lumières , uma comemoração interessante, com um grande apelo visual, meio over em alguns momentos, mas que anima e traz milhares de franceses e estrangeiros para a cidade, deixando-a mais viva.

    Luisa, mais uma vez , valeu por toda força na minha vinda e indico seu blog a qualquer pessoa que deseje vir a Lyon, pois em nenhum outro lugar dessa internet haverá um tutorial tão completo sobre o assunto Lyon x estudar francês.

    Fico aqui até março e se alguém precisar de algo de Lyon, faço questão de ajudar

    Um abraço e meu 25 OBRIGADO.

    .

    • Que coisa boa saber de você, Eduardo! Fico feliz por estar tudo dando certo. Realmente, Anais foi muito solícita comigo também, ainda que só tenha falado com ela por e-mail. Encontrei algumas pessoas meio de má vontade tanto na Alliance quanto na Jussieu, mas acho que é assim em todo canto mesmo e faz parte, né? Muito boas suas dicas, obrigada! Espero que ajudem outras pessoas :) A Fête des Lumières parece ser incrível mesmo. Infelizmente não tive a oportunidade de presenciá-la, mas tá na lista pra o futuro ;) Obrigada pelos elogios e por compartilhar o blog! Aproveite o resto da sua estadia e boa sorte com o frio! Um abraço.

  7. rejane

    que bom que as coisas estão tão organizadas. a verdade é q sempre encontramos hospedagem e trabalho na AF. bastava a gente estar matriculados q tínhamos acesso a um quadro e a gente mesmo que escolhia e ia atrás. nem sempre tivemos sorte, mas essa é outra história.

  8. rejane

    que bom que as coisas estão tão organizadas. a verdade é q sempre encontramos hospedagem e trabalho na AF. bastava a gente estar matriculados q tínhamos acesso a um quadro e a gente mesmo que escolhia e ia atrás. nem sempre tivemos sorte, mas essa é outra história.

  9. Eduardo

    Obrigado , Luísa!
    Verdade, encontramos pessoas solícitas e ruins em qq parte do planeta.
    Assim que vc tiver um tempo, se puder, poderia trocar uma idéia comigo sobre sua partida de Lyon?
    1- vc ficou dormindo no quarto até o dia anterior de sua viagem? Minha hospedagem está garantida até dia 28/02 e viajo dia 01/03, porém, como tem aquela estória de apresentar o tal état de lieu e fazer a faxina, como podemos continuar depois que entregamos o atestado, mesmo tendo pago até o referido dia ? Vc ficou em algum hotel no dia anterior de sua viagem?descontaram alguma coisa sua ?
    Soube que um táxi de part dieu ao aeroporto custa o absurdo de 90 euros, logo, de Villerbanne deve ser ainda mais caro.
    Muito obrigado mais uma vez

    • Oi, Eduardo! Eu saí de Lyon depois do último dia do mês, assim como você. Por isso, apresentei o état des lieux no último dia do mês, de manhã cedo antes de ir pra aula, e fui pra casa de uma amiga pra última noite. Teoricamente você deveria fazer o mesmo: chamar a moça no dia 28 pra conferir que tá tudo ok com o quarto (no meu caso ela não demorou muito olhando), pegar as coisas e ir pra um hotel/albergue/etc e dormir lá até o dia seguinte. Foi isso que você perguntou, né?

      Mas é tão tranquilo ir da Part-Dieu até o aeroporto com o Rhône Express, você não achou? Eu tinha umas 30 mil malas e consegui hehe.

      Um abraço

  10. Eduardo

    Obrigado , Luísa!

    Verdade, encontramos pessoas solícitas e ruins em qq parte do planeta.

    Assim que vc tiver um tempo, se puder, poderia trocar uma idéia comigo sobre sua partida de Lyon?

    1- vc ficou dormindo no quarto até o dia anterior de sua viagem? Minha hospedagem está garantida até dia 28/02 e viajo dia 01/03, porém, como tem aquela estória de apresentar o tal état de lieu e fazer a faxina, como podemos continuar depois que entregamos o atestado, mesmo tendo pago até o referido dia ? Vc ficou em algum hotel no dia anterior de sua viagem?descontaram alguma coisa sua ?

    Soube que um táxi de part dieu ao aeroporto custa o absurdo de 90 euros, logo, de Villerbanne deve ser ainda mais caro.

    Muito obrigado mais uma vez

    • Oi, Eduardo! Eu saí de Lyon depois do último dia do mês, assim como você. Por isso, apresentei o état des lieux no último dia do mês, de manhã cedo antes de ir pra aula, e fui pra casa de uma amiga pra última noite. Teoricamente você deveria fazer o mesmo: chamar a moça no dia 28 pra conferir que tá tudo ok com o quarto (no meu caso ela não demorou muito olhando), pegar as coisas e ir pra um hotel/albergue/etc e dormir lá até o dia seguinte. Foi isso que você perguntou, né?

      Mas é tão tranquilo ir da Part-Dieu até o aeroporto com o Rhône Express, você não achou? Eu tinha umas 30 mil malas e consegui hehe.

      Um abraço

  11. Eduardo

    Pessoal, outra coisa óbvia, mas importante de comentar sobre a hospedagem em Jussieu.
    No dia em que chegamos, eles entregam um documento para validarmos o estado que encontramos o quarto na nossa entrada, onde vc assina e eles dão um recibo assinado também
    Primeira coisa: guardem muito bem esse recibo
    Segunda coisa: não economizem nas observações de TUDO que vcs observarem no quarto, como por exemplo: riscos no chão; rachaduras na cerâmica do quarto e do banheiro, estado da cortina do banheiro, manchas nas paredes ou portas, manchas na mesa, puxadores do minúsculo guarda-roupa( se estão firmes), etc. Enfim, coloquem absolutamente tudo que observarem, por menores que sejam, pois, há cobrança é severa no dia em que fazem a inspeção do quarto, em especial se pegarem um inspetor chato, tipo o que me acompanhou até meu quarto na chegada( subi 4 andares com 2 malas – 1 pequena e 1 grandona, muito pesadas e uma mochila nas costas e o miserável se quer ofereceu ajuda!)
    Eu , por exemplo, só vi depois de 2 dias que a porta estava com a pintura arranhada, porém, não tive mais como fazer essa observação
    Sugestão, percam o tempo necessário para apresentar esse documento e só façam se estiverem 100% seguros que olharam cada detalhe do quarto.

    Abraços e sorte aos que vierem

  12. Eduardo

    Pessoal, outra coisa óbvia, mas importante de comentar sobre a hospedagem em Jussieu.

    No dia em que chegamos, eles entregam um documento para validarmos o estado que encontramos o quarto na nossa entrada, onde vc assina e eles dão um recibo assinado também

    Primeira coisa: guardem muito bem esse recibo

    Segunda coisa: não economizem nas observações de TUDO que vcs observarem no quarto, como por exemplo: riscos no chão; rachaduras na cerâmica do quarto e do banheiro, estado da cortina do banheiro, manchas nas paredes ou portas, manchas na mesa, puxadores do minúsculo guarda-roupa( se estão firmes), etc. Enfim, coloquem absolutamente tudo que observarem, por menores que sejam, pois, há cobrança é severa no dia em que fazem a inspeção do quarto, em especial se pegarem um inspetor chato, tipo o que me acompanhou até meu quarto na chegada( subi 4 andares com 2 malas – 1 pequena e 1 grandona, muito pesadas e uma mochila nas costas e o miserável se quer ofereceu ajuda!)

    Eu , por exemplo, só vi depois de 2 dias que a porta estava com a pintura arranhada, porém, não tive mais como fazer essa observação

    Sugestão, percam o tempo necessário para apresentar esse documento e só façam se estiverem 100% seguros que olharam cada detalhe do quarto.

    Abraços e sorte aos que vierem

  13. joao

    Eduardo e Luiza os precos dos cursos na AF Lyon sao estes mesmo que vi aqui :http://www.aflyon.org/medias/Tarifs-2014-web.pdf um curso de 2 meses 20hs por semana ficaria em 1144 euros + 50 tx matricula e a moradia – Residence Jussieu
    Quarto com WC privado e chuveiros € 246 por mês? Eu gastaria com o curso e hospedagem pra 2 meses uns 1,700 euros? Quanto mais de gasto voces estimam com transporte e alimentacao por mes ?
    Obrigado.

  14. joao

    Eduardo e Luiza os precos dos cursos na AF Lyon sao estes mesmo que vi aqui :http://www.aflyon.org/medias/Tarifs-2014-web.pdf um curso de 2 meses 20hs por semana ficaria em 1144 euros + 50 tx matricula e a moradia – Residence Jussieu

    Quarto com WC privado e chuveiros € 246 por mês? Eu gastaria com o curso e hospedagem pra 2 meses uns 1,700 euros? Quanto mais de gasto voces estimam com transporte e alimentacao por mes ?

    Obrigado.

  15. Eduardo

    valeu , Luísa.
    Vou ter que sair mesmo da residência no último dia, pois, pelo que estava lendo no contrato, se o estudante ficar o 1 dia do mês, tem de pagar toda a hospedagem, além de que o état em que ser feito agora com 1 semana antes de partir, no mínimo. Assim, dei uma olhada no IBIS perto daqui e fico por lá, com as tais malas de Itu hahaha pesada pra caramba
    A ida é realmente tranquila pelo Rhôneexpress e devo assim fazer.
    Um abraço e parabéns pelos excelentes posts de Estocolmo. Fiquei algum tempo lá e não saberia descrever a cidade, as condições de hospedagem , tão bem como vc fez no blog. Show pra quem vai mochilar por lá!
    Abraços

    • Obrigada, Eduardo! :) Boa sorte com as malas, hehe. Abraços!

  16. Eduardo

    valeu , Luísa.

    Vou ter que sair mesmo da residência no último dia, pois, pelo que estava lendo no contrato, se o estudante ficar o 1 dia do mês, tem de pagar toda a hospedagem, além de que o état em que ser feito agora com 1 semana antes de partir, no mínimo. Assim, dei uma olhada no IBIS perto daqui e fico por lá, com as tais malas de Itu hahaha pesada pra caramba

    A ida é realmente tranquila pelo Rhôneexpress e devo assim fazer.

    Um abraço e parabéns pelos excelentes posts de Estocolmo. Fiquei algum tempo lá e não saberia descrever a cidade, as condições de hospedagem , tão bem como vc fez no blog. Show pra quem vai mochilar por lá!

    Abraços

    • Obrigada, Eduardo! :) Boa sorte com as malas, hehe. Abraços!

  17. Thaís de Faria

    Oi, Luíza. Tudo bem?
    Bem, primeiro, uau, você já viajou bastante, haha.
    Eu não sabia bem onde colocar minha pergunta então escolhi o post mais recente.
    Acabo de terminar meu primeiro ano na faculdade, faço letras português-francês, e estava pensando em um mestrado fora do Brasil. Um pouco cedo talvez, mas como não tenho nenhuma experiência fora do país, achei que seria uma boa ideia começar a pesquisar, daí achei seu blog.
    Li o post sobre as universidades que abriram as bolsas para outubro, e boa parte do seu blog, acho que talvez uma graduação sanduíche possa ser mais indicado agora, e com certeza facilitaria o mestrado.
    Meu problema é que não vejo nada pra minha área exatamente. Letras é até abrangente (eu acho pelo menos), você pode traduzir, editar, escrever, etc, etc, mas o que eu gostaria mesmo de aprofundar é na área de línguistica, psicolínguistica ou linguistica com foco social. Você conhece alguma universidade ou programa que ofereça algum tipo de bolsa do gênero?
    Enfim, toda e qualquer dica é super bem vinda, e o seu blog está me ajudando bastante a conhecer algumas opções.
    Abraços,
    Thaís.

    • Oi, Thaís! Que bom que o blog tá te ajudando, fico muito feliz! :) Fazer um intercâmbio durante a faculdade seria ótimo mesmo, até pra você ter uma primeira experiência e partir pra esse possível mestrado mais focada :) Pra agora, acho que ir pra França, mesmo que não fosse por um programa acadêmico, seria ótimo, né? Ou outro país francófono, é claro. Você já pensou em ser au pair? É uma das formas de intercâmbio mais baratas. Tem também os programas de mobilidade das universidades, não sei se a sua se encaixa em algum… O Santander Universidades tem oportunidades interessantes com convênio com várias instituições; você podia ir pra Portugal, por exemplo, caso sua universidade faça parte de um dos acordos. Sobre mestrado pra sua área, tenho que pensar, mas que eu saiba linguística é uma área bem explorada na França, então se você procurar nas universidades de lá é bem capaz de achar algo interessante. Infelizmente não conheço muitas bolsas pra lá, mas pra o Canadá, por exemplo, costuma ser mais fácil de achar. Tenho também uma amiga que se formou agora em Letras, tá indo ser au pair na Alemanha e tem pesquisado sobre mestrado fora há um tempo. Vou perguntar se ela tem alguma luz pra você! Que bom que tás tão ambiciosa desde cedo, é assim que se chega longe! ;) Um abraço.

    • Oi, Thais! Copio aqui a resposta da minha amiga, espero que dê uma luz ;)

      Luzi Ferreira
      realmente é cedo mas é bom a antecedência… DE FATO é difícil e uó achar na área de letras… você tem que catar muito a fundo… por hora parece obvio mas a dica é ela ir explorando as diferentes áreas e vertentes de letras em PIBICs, e outros projetos de pesquisa pra ir definindo a área dela e adaptando às areas disponíveis no mercado. Pra português/francês não sei… porque provavelmente ela quer se dedicar a língua estrangeira né… Mas em Portugal tem universidades que oferecem cursos ótimos na área de tradução e evoolução da língua (envolve linguística)… a Universidade de Lisboa é um exemplo… Tem a opção pelo Erasmus mundus que pra minha área pelo menos achei uma mais voltada pra Pedagogia em si e outra de Linguística + tecnologia (aí mexia com ciências da comp). é bom ela pesquisar direto nas universidades e ver quais as bolsas disponíveis né… cada país tem um jeito diferente de fornecer essas informações.. mas ela vendo um mestrado que a interesse, ela pode começar a DESDE JÁ se integrar em pesquisas relacionadas ao assunto pra ir construindo um currículo.

  18. Thaís de Faria

    Oi, Luíza. Tudo bem?

    Bem, primeiro, uau, você já viajou bastante, haha.

    Eu não sabia bem onde colocar minha pergunta então escolhi o post mais recente.

    Acabo de terminar meu primeiro ano na faculdade, faço letras português-francês, e estava pensando em um mestrado fora do Brasil. Um pouco cedo talvez, mas como não tenho nenhuma experiência fora do país, achei que seria uma boa ideia começar a pesquisar, daí achei seu blog.

    Li o post sobre as universidades que abriram as bolsas para outubro, e boa parte do seu blog, acho que talvez uma graduação sanduíche possa ser mais indicado agora, e com certeza facilitaria o mestrado.

    Meu problema é que não vejo nada pra minha área exatamente. Letras é até abrangente (eu acho pelo menos), você pode traduzir, editar, escrever, etc, etc, mas o que eu gostaria mesmo de aprofundar é na área de línguistica, psicolínguistica ou linguistica com foco social. Você conhece alguma universidade ou programa que ofereça algum tipo de bolsa do gênero?

    Enfim, toda e qualquer dica é super bem vinda, e o seu blog está me ajudando bastante a conhecer algumas opções.

    Abraços,

    Thaís.

    • Oi, Thaís! Que bom que o blog tá te ajudando, fico muito feliz! :) Fazer um intercâmbio durante a faculdade seria ótimo mesmo, até pra você ter uma primeira experiência e partir pra esse possível mestrado mais focada :) Pra agora, acho que ir pra França, mesmo que não fosse por um programa acadêmico, seria ótimo, né? Ou outro país francófono, é claro. Você já pensou em ser au pair? É uma das formas de intercâmbio mais baratas. Tem também os programas de mobilidade das universidades, não sei se a sua se encaixa em algum… O Santander Universidades tem oportunidades interessantes com convênio com várias instituições; você podia ir pra Portugal, por exemplo, caso sua universidade faça parte de um dos acordos. Sobre mestrado pra sua área, tenho que pensar, mas que eu saiba linguística é uma área bem explorada na França, então se você procurar nas universidades de lá é bem capaz de achar algo interessante. Infelizmente não conheço muitas bolsas pra lá, mas pra o Canadá, por exemplo, costuma ser mais fácil de achar. Tenho também uma amiga que se formou agora em Letras, tá indo ser au pair na Alemanha e tem pesquisado sobre mestrado fora há um tempo. Vou perguntar se ela tem alguma luz pra você! Que bom que tás tão ambiciosa desde cedo, é assim que se chega longe! ;) Um abraço.

    • Oi, Thais! Copio aqui a resposta da minha amiga, espero que dê uma luz ;)

      Luzi Ferreira
      realmente é cedo mas é bom a antecedência… DE FATO é difícil e uó achar na área de letras… você tem que catar muito a fundo… por hora parece obvio mas a dica é ela ir explorando as diferentes áreas e vertentes de letras em PIBICs, e outros projetos de pesquisa pra ir definindo a área dela e adaptando às areas disponíveis no mercado. Pra português/francês não sei… porque provavelmente ela quer se dedicar a língua estrangeira né… Mas em Portugal tem universidades que oferecem cursos ótimos na área de tradução e evoolução da língua (envolve linguística)… a Universidade de Lisboa é um exemplo… Tem a opção pelo Erasmus mundus que pra minha área pelo menos achei uma mais voltada pra Pedagogia em si e outra de Linguística + tecnologia (aí mexia com ciências da comp). é bom ela pesquisar direto nas universidades e ver quais as bolsas disponíveis né… cada país tem um jeito diferente de fornecer essas informações.. mas ela vendo um mestrado que a interesse, ela pode começar a DESDE JÁ se integrar em pesquisas relacionadas ao assunto pra ir construindo um currículo.

  19. Marina

    Oi Luisa, estou pensando em fazer um curso na Alliance de Lyon, mas tenho uma dúvida: é possível fazer um mês e três semanas de curso, ou eu simplesmente teria de faltar a ultima semana de aulas? obrigada!

    • Oi, Marina! Na AF Lyon eles contam o curso por “mês civil” mesmo, então a princípio se você sair antes terá sim que pagar pela última semana e faltar a mesma :/ Mas se você escrever pra eles, talvez eles sugiram alguma coisa pra compensar por essa última semana (não sei se seria possível assistir a algumas aulas extras antes, por exemplo)… Um abraço!

  20. Marina

    Oi Luisa, estou pensando em fazer um curso na Alliance de Lyon, mas tenho uma dúvida: é possível fazer um mês e três semanas de curso, ou eu simplesmente teria de faltar a ultima semana de aulas? obrigada!

    • Oi, Marina! Na AF Lyon eles contam o curso por “mês civil” mesmo, então a princípio se você sair antes terá sim que pagar pela última semana e faltar a mesma :/ Mas se você escrever pra eles, talvez eles sugiram alguma coisa pra compensar por essa última semana (não sei se seria possível assistir a algumas aulas extras antes, por exemplo)… Um abraço!

  21. Thais

    Bom Dia!!!

    Adorei

    • Luísa Ferreira

      Que bom que você gostou, Thais :) Obrigada pelo comentário. Um abraço!

  22. Anna

    Luiza, adorei! Qual a próxima viagem? Quero cia :)

    • Luísa Ferreira

      Oi, Anna! Obrigada pelo comentário :) Acabei de voltar de viagem e agora só parto novamente em dezembro, pra Gramado, Canela e Porto Alegre ^^ Um abraço!

  23. Anaïs

    Bonjour Luisa,

    j’espère que tu vas bien et félicitation pour ton blog ainsi que tout tes conseils!
    Bonne journée et peut être à bientôt à l’Alliance Française?!

    • Luísa Ferreira

      AMerci beaucoup, Anais! J’aimerais bien retourner à Lyon et à l’Alliance, j’espère que ça soit possible :)

  24. Laura Santos

    Oi Luísa, parabéns pelo teu blog!
    Estava em dúvidas quanto a cidade, mas quando achei teu blog tive certeza que Lyon seria o destino.

    Como é a primeira vez que farei um intercâmbio, estou com algumas dúvidas, peço desculpas caso as tenha respondido…

    1) Vou passar só um mês estudando, então basta apresentar o passaporte, o seguro e documentos enviados pela AF?
    2) Vou chegar no dia 30/05 no aeroporto Orly de Paris… e dei uma olhada nos preços do TGV para Lyon e fiquei meio preocupada com o preço (€95), então gostaria se consigo algum desconto ainda pela internet antes de viajar? Terei 25 anos até lá.
    3) Só consigo entrar na residência a partir do dia 1º do mês? Se sim, tens algum hostel bom e barato para me indicar?
    4) Estou pensando em ficar na residência Benjamin Delessert. Você sabe se é um local bom e seguro?
    5) Tem alguma cidade por perto que você acha que vale a pena visitar?
    6) O cartão ilimitado de transporte é só para Lyon, certo? Se eu quiser visitar Colmar no final de semana, terei pagar separadamente no SCNF?
    7) A AF oferece passeios turísticos?

    Merci d’avance! :)

    • Luísa Ferreira

      Oi, Laura! Respondendo:

      1. Sim :)
      2. Tens que olhar no site da SCNF mesmo! Vê também possíveis passagens de avião baratas, podes buscar pelo edreams.com (tem um post aqui no blog sobre cias low-cost na Europa: https://www.janelasabertas.com/2013/02/25/viajando-de-low-cost-na-europa/)
      3. Sim, só no dia 1º. Eu fiquei num hotel pertinho da residência porque achei mais fácil e na época o único hostel que tinha em Lyon era o da Hi, que fica em cima de um morro e tals. Hoje em dia tem também o Slo Living Hostel. Não conheço pessoalmente, mas um grande amigo trabalha lá e pelo que vejo no Facebook o lugar é massa.
      4. Não conheço bem essa região, mas acho que é ok
      5. Tem Pérouges (https://www.janelasabertas.com/2012/11/30/perouges/) e também Annecy, além da Suíça, que fica pertinho.
      6. Isso
      7. Sim, tem alguns passeios à tarde e tal, mas não sei te dar muitos detalhes porque não fiz nenhum

      De rien! :))

  25. Laís Mineiro

    Oi Luisa, tudo bom?
    Gostaria de saber se enquanto você esteve na França, teve um tempinho para conhecer a Europa ou foi só estudo mesmo na cidade em que você ficou?

    • Luísa Ferreira

      Oi, Laís! Aproveitei um feriadão pra visitar uma amiga em Madri, viajei um pouquinho pela França em outros dois finais de semana e depois dos dois meses de curso passei 15 dias viajando por Praga, Berlim, Amsterdam e Paris ^^ Um abraço!

  26. João

    Oi! Então, meu orçamento em uma agencia de viagem bem conceituada aqui do rio de janeiro ficou em 15 mil 3 meses com banheiro compartilhado em uma residencia estudantil, curso intensivo ( 25 aulas por semana ). Mas eu não consegui entender a questão dos cursos quando fazemos a matrícula pelo site…. Tem uma tal de sessions, quantas sessions eu vou querer, mas eu não encontrei em nenhum lugar o que são, quanto tempo duram… Enfim, fiquei muito tentado com a AFL mas o que eu não entendi é se vocÊ paga TUDO pela internet, chega lá mostra os comprovantes se acomoda e estuda ou se você paga pela internet e chega lá e tem que pagar mais alguma coisa 9( em relação a acomodação, curso e afins )

    • Luísa Ferreira

      Oi, João! 1 session é 1 mês. Eles explicam em detalhes os tipos de curso aqui: http://aflyon.org/medias/TARIFS%202015/Tarifs-2015_Individuels_AFLYON.pdf :) Você paga o curso pela internet, mas a acomodação é paga lá, mensalmente, acrescida de uma caução que é devolvida ao final e de um seguro contra acidentes tipo incêndios, que eles orientam lá como fazer. Pra reservar sua vaga na acomodação, eles cobram 60 euros de taxa administrativa. Pra entender melhor a questão dos custos, sugiro usar este simulador: http://aflyon.org/Simulateur/Reservation

      Um abraço!

  27. Leandro Souza

    Olá Luiza!

    Uma dúvida sobre a passagem. Existe limite de idade para ter acesso ilimitado? E Toulouse só é possivel para menores de 26 anos.

    • Luísa Ferreira

      Oi, Leandro! Acredito que não. Olhei agora no site e não achei nada sobre limite de idade :) Se você quiser ver mais informações, o link é este: http://www.tcl.fr/Tarifs/S-abonner (clica na aba “étudiants” e vê onde diz “campus mensuel”).

  28. Laura Santos

    Oi Luiza,

    Como fiz a minha reserva há poucos dias, vou só complementar o que você respondeu para o João.

    João,
    Quanto à acomodação em residência universitária, eles pedem para fazer um caução para garantir a reserva e esse pagamento é feito on-line! Eles dão a opção de pagar lá também, mas daí a reserva não é garantida.
    Chegando lá, você deve pagar no 1º dia referente ao valor de um mês e eles devolvem o valor do caução quando você for embora.

    ;)

    • Luísa Ferreira

      Obrigadíssima, Laura! :)

  29. Alessandro Ferreira

    Oi, Luísa!

    Conheço seu blog já há um bom tempo porque muitas vezes busco na internet algum destino no exterior e acabo chegando aqui! rs… Seu blog é muito legal e vc escreve sempre de uma maneira bastante convidativa, tornando prazerosa a leitura sobre as suas andanças por esse mundão!!!

    Dessa vez, caí aqui pois pretendo fazer curso de francês de um mês na AF de Lyon. As dicas presentes neste e em outros posts relacionados à cidade são valiosíssimas!! Vc teria uma opinião a respeito de regiões boas para hospedagem (deslocamento, segurança, etc) caso eu não fique em uma residência estudantil como Jussieu ou André Allix? Quanto tempo vc gastava de tram e de tram e metrô (quando tinha pressa) no trajeto Jussieu-AF? Obrigado!!

    Um abraço!!

    • Luísa Ferreira

      Oi, Alessandro! Que massa que acabas chegando aqui – e mais ainda que curtes os posts hehe :) O ideaaal é ficar perto da Place Bellecour, mas não precisa ser super perto; quase toda a região do entorno tem fácil acesso, mas como falei no post, a região ao redor da estação de metrô de Guillotière pode ser um pouco esqusiita à noite. No trajeto Jussieu-AF acho que eu demorava uns 30 minutos. Acho que no site do TCL você pode fazer estimativas do tempo pra ir de uma estação à outra. Um abraço! :)

  30. Amanda

    Oi Luísa! Você não tem noção de como me ajudou encontrar seus posts sobre a AF Lyon. Estou querendo estudar françês na França e tinha um pouco de medo de fazer todo o processo online.

    Se puder, ficarei feliz se respondesse essas perguntas:
    1- Estou indo com uma amiga, voce sabe se existem quartos duplos ou studios mais baratos para duas pessoas? Ou acha que compensa mesmo a residencia estudantil de cada uma no seu quarto?
    2- Quando você foi pra França, você apenas ficou em Lyon fazendo o curso ou no mês restante ficou em alguma outra cidade?
    3- Você visitou algum outro país? Se sim, era necessário passar pra outra imigração em países da Europa?
    4- Você achou que o curso de 15h semanais era suficiente ou teria aproveitado mais com o curso de 20h?

    Muito Obrigada pelo post e pela atenção!

    Bjss

    • Luísa Ferreira

      Oi, Amanda! Que bom que ajudou :)
      1. Não sei te dizer sobre opções pra duas pessoas, mas acho que compensa sim ficar cada uma no seu quarto na residência… Aluguéis de apartamentos na cidade não costumam ser baratos.
      2 e 3. Enquanto tava em Lyon viajei pela França em alguns finais de semana (fui pra Grenoble e Montpbellier) e depois do curso viajei com minha irmã pra Praga, Berlim, Paris e Amsterdã. Não precisa passar por imigração, porque na União Europeia é como se as fronteiras fossem domésticas (com exceção do Reino Unido).
      4. Eu acho suficiente se você aproveitar o tempo livre pra estudar e principalmente conversar muito em francês. Ou seja: tente não ficar tanto tempo com sua amiga! hehe. Aqui nesse post dei algumas dicas pra aproveitar períodos mais curtos de estudos no exterior: https://www.janelasabertas.com/2015/02/09/intercambio-um-mes/

      Um abraço!

      • Amanda

        Muito obrigada pelas respostas, Luísa! Amei seu blog! bjss

        • Luísa Ferreira

          Disponha, Amanda! ^^ E volte-sempre ;) hehe. Um abraço

  31. Tadeu

    Bom dia, Luisa!
    Bom, aos poucos consigo transformar o sonho do intercâmbio em realidade, muito disso graças a você e seus posts, e gostaria de tirar algumas dúvidas com você!
    Minha intenção é de ficar 1 mês, os documentos que devo levar comigo são, passaporte (lógico), os documentos de inscrição no curso e estadia (ambos são enviados para o estudante por fedex, correto?) o seguro internacional de no minímo 30 mil euros, e o que mais me deixa em dúvida o comprovante de 65 euros diários para o período de estadia, eles são bem rígidos quanto a isso? Um exemplo, 65 euros x 30 dias = 1950 euros, eu levando 1000 euros em espécie e o restante pensando em utilizar o cartão de crédito internacional, configura-se como o restante do valor que preciso? E a pergunta idiota (desculpa a expressão), eu sou leigo em viagem exterior, pelo período em que vou ficar de 1 mês, estou isento de visto, mas preciso constar algo no meu passaporte para entrada no país? não sei, qualquer coisa, acho estranho não ter que ter nada haha
    Agora uma pergunta em relação a hospedagem, a Alliance firmará um local para me hospedar (minha intenção é em algum prédio universitário também). Assim que eu fecho o contrato do curso, obrigatoriamente já tenho que pagar a hospedagem? Eu não entendi o lance do valor, exemplo: 265 euros que custa a hospedagem (fora taxas) eu tenho que pagar 2 vezes e uma eles me reembolsam? Eles vão me realocar onde estiver disponível somente né? Não tenho a opção de escolher a Jusiseu por exemplo? E a Alliance vai cuidar de absolutamente tudo para mim em relação a isso?
    Desculpa tantas perguntas, mas vão me esclarecer muito, te agradeço e mil beijos.

    • Luísa Ferreira

      Oi, Tadeu! Fico feliz de saber que vais realizar teu sonho! :D Sobre o que você tem que levar é isso mesmo; em relação ao valor eles não costumam ser rígidos; levando a quantia que você falou e um cartão de crédito internacional desbloqueado é tranquilo. Você chega lá só com o passaporte mesmo e no primeiro país em que desembarcar (por exemplo, voando TAP eu sempre paro em Lisboa e faço conexão pra outro país da Europa) vão olhar seu passaporte na imigração e carimbar com a data de entrada. Aí se você for depois pra outro país ou cidade (no caso, de Lisboa pra Lyon, por exemplo), vai ser como uma viagem doméstica (nacional), sem passar por imigração de novo, porque dentro da União Europeia é assim :) Sobre o contrato do curso e a hospedagem, infelizmente não posso te responder com certeza porque não lembro 100% dos detalhes de quando fui e esses procedimentos podem ter mudado desde então, mas podes escrever pra eles que eles costumam responder direitinho! Sobre o reembolso imagino que você se refira à caução, que você paga no início (como um aluguel a mais) e pega no final se não tiver nada quebrado no quarto. Até onde eu sei, você não pode escolher a residência pra onde quer ir… Eles dão uma opção e você diz se aceita ou não. Quando eles confirmam fica tudo ok, você não precisa entrar em contato com a residência até o dia em que chegar lá :) Um abraço!

  32. Patrícia

    Olá!
    Tive amigos que estudaram na AF em Paris e falaram que o curso não era sério, que era procurado por alunos que estavam mais interessados em passear e bagunçar do que em aprender. Vc sentiu a mesma coisa em Lyon? Achou que deu para aprender bem o idioma nos 3 meses que frequentou?

    • Oi, Patrícia! Não senti nada disso em Lyon. Talvez isso aconteça pelo fato de Paris ser um destino muito mais procurado… Nas minhas turmas, pelo menos, não tinha ninguém nessa vibe, e os professores eram bem sérios :) Eu já tinha estudado francês por cinco anos, então tinha um nível bom, mas esse período por lá ajudou muito a reforçar e dar uma “deslanchada” no idioma, especialmente em relação à fala. Um abraço!

  33. Ana Claudia Tavares

    Olá, Luísa! Td bem? Influenciada por suas dicas, fiz a matrícula para estudar francês na AF de Lyon. Li os cometários mas não encontrei o que preciso, então segue minha pergunta: vc precisou do seguro de responsabilidade civil? Qual site pesquisou para obtê-lo? A AF daqui do RJ me deu um site que, ao entrar em contato, pediram que eu me comunicasse com a msm empresa nos EUA. Achei que seria demorado, então liguei p Campus France pedindo ajuda. O site que eles informaram, não atende mais para esse tipo de seguro. Enfim, tô precisando da sua ajuda! Como obtê-lo? Abraço.

  34. Ana Claudia Tavares

    Olá, Luisa! Por sua influência, fiz a matrícula na AF de Lyon. Obrigada pelas dicas! Mas preciso de uma ajuda: por qual site conseguiu obter o seguro de responsabilidade civil? A AF daqui do RJ me deu um site. Tentei mas eles me encaminharam p/ outra empresa dos EUA. Achei que seria demorado. Tentei tb essa info c/ a Campus France e nada. Enfim, poderia me ajudar nessa informação?

    • Oi, Ana Claudia! Fiz o seguro lá em Lyon mesmo :) O pessoal da AF ou da CROUS (não lembro) me indicou um lugar que ficava pertinho da minha residência. Não sei se algo mudou desde então, mas acredito que você também pode resolver isso quando chegar. Boa sorte! :)

      • Ana Claudia Tavares

        Obrigada pela resposta e atenção, Luísa.
        Eu preferia sair do Brasil com tudo resolvido. Inclusive o seguro de responsabilidade civil em mãos. Ontem entrei em contato com a AF de Lyon pedindo ajuda (escrevi p Anaïs… conhece?) e até agora nenhuma resposta. Mas se eu não conseguir de jeito nenhum, pelo menos fico mais aliviada que existe possibilidade de resolver essa pendência lá, conforme sua dica.

  35. Ana Claudia Tavares

    Desculpa, Luisa! Achei que a mensagem de 19/06/17 não tinha ido. Por isso hoje fiz o mesmo questionamento.

    • É que os comentários ficam aguardando aprovação e tou na Chapada Diamantina com pouco acesso à internet, então demorei a ver :( Desculpa! Espero que dê tudo certo e que você também se apaixone por Lyon ;)

      • Ana Claudia Tavares

        Chapada Dimantina!!! Que legal! Não a conheço ainda. Mas está na minha bucked list! Aproveita bastante! Vi a tabela com seu cronograma de viagens desse ano e achei incrível! Boa viagem!!! Curta tudo intensamente!!!!

Deixe o seu comentário