Destinos

110 dias pela Europa: meu mochilão em números 

Uma semana, quatro meses ou um ano longe – parece que não importa. Poucos dias já são suficientes pra o corpo se reabituar à umidade recifense, pra as conversas de mesa de bar atualizarem o que não deu pra acompanhar por Whatsapp, pra que a rotina volte ao seu curso. Você olha ao redor e tudo parece igual. Mudaram a direção do trânsito naquela rua, derrubaram mais uma casa pra construir um prédio, relacionamentos terminaram e outros começaram, bares novos abriram. No fim das contas, enquanto você estava viajando a vida seguiu do mesmo jeitinho. Dentro de você, no entanto, talvez algo tenha mudado durante o mochilão. Nenhuma revolução espiritual sobrenatural, mas pequenos embriões de mudança que podem dar frutos: agora, cabe a você fazer com que a viagem nunca termine.

 

Depois de dois meses pelo Rio de Janeiro e arredores e uma semana maravilhosa na Chapada Diamantina, embarquei pra Europa pra um mochilão de 110 dias, de julho a outubro de 2017. A viagem era “sem data de volta”, e depois da Europa o plano era ir explorar a Ásia pela primeira vez. Mas planos existem pra serem mudados, né? Viajar pra produzir conteúdo é uma delícia, mas cansa; o corpo e a mente pediam uma pausa, e o tempo na estrada era escasso pra dar conta de todos os projetos que precisam sair do papel.

Planejando uma viagem pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório! Clique aqui e veja como fazer seu orçamento online e contratar um seguro confiável com desconto.

Com pequenas viagens já confirmadas e outras maiores no horizonte, chegou a hora de compartilhar o que vi e vivi esse ano – desde as dicas práticas às experiências que mexeram aqui dentro. E pra começar, aloka das listas aqui resolveu compilar algumas estatísticas que ilustram um pouco o que foi essa parte europeia da viagem e respondem a algumas das perguntas que tenho ouvido com frequência: “por onde você passou?”, “que cidade foi mais legal?”, “quanto gastou por dia?”, “onde se hospedou?”.

 

O mapa abaixo não inclui todas as cidades visitadas, mas marquei as principais pra dar uma ideia do percurso, que foi feito quase todo de ônibus. :)

Total de países: 14
Total de cidades: 41

 

Países que já conhecia: 7 (França, Espanha, Alemanha, Holanda, República Tcheca, Inglaterra e Portugal)

 

Países novos: 7 (Bélgica, Eslováquia, Eslovênia, Bósnia, Sérvia, Croácia e Escócia)

 

Cidades que já conhecia: 7 (Barcelona, Amsterdam, Berlim, Praga, Budapeste, Londres e Lisboa)

 

Cidades novas: 34 (Sitges, Nantes, Saint-Père-en-Retz, Pornic, Bruxelas, Gante, Bruges, Antuérpia, Leuven, Bree, Zaanse Schans, Cesky Krumlov, Bratislava, Szentendre, Esztergom, Ljubljana, Piran, Bled, Belgrado, Sarajevo, Mostar, Dubrovnik, Mljet, Split, Trogir, Hvar, Zagreb, Manchester, Liverpool, Edimburgo, Glasgow, Fort Augustus, Pilotchry, Brighton)

 

 

Onde passei mais tempo: Berlim

 

Melhor surpresa: Sarajevo

 

Não voltaria: Bratislava e Zagreb

 

Gostaria de ter passado mais tempo: Edimburgo e Mljet

 

Voltaria sempre: Budapeste, Londres e Amsterdam

 

Noites em que não paguei por acomodação: 72 trocando trabalho por hospedagem, ficando em casas de amigos/conhecidos, fazendo couchsurfing ou dormindo no ônibus; no UK tive apoio do Visit Britain

 

Noites em que paguei: 38 entre albergues e AirBnb

 

 

Cidade em que gastei mais por dia (sem acomodação): 50 euros em Dubrovnik

 

Cidade em que gastei menos por dia (sem acomodação): 15 euros em Budapeste

 

Hospedagem mais cara: 34 euros/noite em quarto compartilhado (hostel em Amsterdam)

 

Hospedagem mais barata: 7,50 euros/noite em quarto privativo (hostel em Mostar)

 

Ônibus intermunicipais/internacionais: 23

 

Trens: 14 (na Bélgica, Hungria e Reino Unido)

 

Aviões: 2 (Barcelona-Nantes e Zagreb-Manchester)

 

Catamarans/balsas: 4

 

Free walking tours: 9

 

Temperatura mais alta: 32°C em Barcelona em julho

 

Temperatura mais baixa: 6°C nas Highlands escocesas em outubro

 

Bate-voltas cancelados por clima ou doença: 3 (Plitvice e Bol na Croácia e Oxford + Costwolds na Inglaterra)

 

Amigos reencontrados: 16

 

Quilos ganhos: 2

 

 

Nos próximos meses você vai ler posts com dicas de roteiros em todos esses destinos e também sobre como viajar de ônibus na Europa, como sobreviver a um mochilão longo, onde se hospedar em cada lugar e muito mais. Me conta o que você quer saber! Tem alguma dúvida sobre a viagem? Pergunta aí nos comentários. ;)

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário